"Sem Saída" pode ficar no ar indefinidamente

Enquanto o Show do Milhão, de Silvio Santos, deve terminar em meados de outubro, o Sem Saída, da Record, pode ficar no ar indefinidamente - isso, enquanto a audiência ajudar e a produção conseguir inventar perguntas para os participantes. Na estréia, a atração obteve média de 6 pontos na grande São Paulo. Márcio Garcia, recém contratado da emissora, apresentou os seis primeiros selecionados para ficar no loft construído dentro dos estúdios da Record, na Barra Funda. Giuliana Abrita, 24 anos, Marcelo Nascimento, 29, Caio Duarte, 27, Sonia Furtado, 30 e Claudivânia da Silva, todos paulistas, sobreviveram ao primeiro round do jogo. Patrícia Bedim, de 29 anos, foi a primeira a deixar a casa e as esperanças de um prêmio em dinheiro, cujo montante varia de acordo com os acertos no teste de conhecimentos que os concorrentes disputam. As perguntas vão das mais simples às complicadas, inspiradas num kit de estudos entregue diariamente ao líder. Elas incluem eventos da atualidade, como por exemplo, o nome do país em que o piloto Ayrton Senna morreu e até revelações feitas pelos competidores durante o dia. Essa fórmula permite que participantes com 30 anos de idade com formação superior disputem com jovens de 20 e formação até o colegial. Além disso, cada resposta correta permite que um competidor roube dinheiro de outro participante. Esta noite, um dos cinco participantes será eliminado e um outro inscrito pela produção do programa vai entrar em seu lugar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.