Sem permissão, blogueira cubana perde homenagem na Espanha

A cubana Yoani Sánchez, autora de umblog crítico sobre a vida na ilha, disse que não poderá viajarà Espanha para receber na quarta-feira o prêmio Ortega y Gassetporque as autoridades cubanas não lhe deram permissão. Sánchez pretendia voar a Madri na noite de terça-feira paraparticipar da entrega dos prêmios, dados pelo jornal El País.Mas, segundo ela, seus documentos não ficaram prontos a tempo. "Não me deram permissão e repetiram o mesmo que me disseramhá duas semanas: não há resposta, seu caso está parado", disseela na terça-feira, em uma entrevista por telefone. Para viajar ao exterior, os cubanos precisam de umapermissão de saída, além de um convite por escrito do país dedestino. Sánchez, filóloga de 33 anos, ficou conhecida fora de Cubapor causa de seus relatos no blog Generacíon Y(www.desdecuba.com/generaciony). "Talvez (as autoridades) tenham lido que esta viagem ia mepotencializar muito ... Com a negação da viagem, creio queestão reconhecendo que existo", disse. A revista norte-americana Time incluiu Yoani em sua listadas 100 pessoas mais influentes de 2008. Diante da impossibilidade de viajar, Yoani gravou umamensagem que será exibida na premiação. Um blogueiro cubanoradicado na Espanha vai receber o prêmio dela, na categoriajornalismo digital. A blogueira disse que espera poder viajar à Espanha nospróximos meses. (Reportagem de Esteban Israel)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.