Sem Marlene, Xuxa sai do ar em agosto

A apresentadora Maria das Graças XuxaMeneguel sai do ar em agosto, sem prazo para voltar a ter programa na Rede Globo, devido ao rompimento da sociedade com sua empresária e diretora, Marlene Mattos. O anunciou foi feito nesta sexta-feira pela emissora, que as manterá sob contrato, e através de notas oficiais das duas, publicadas no site Portal X.Marlene, comparou sua relação com a apresentadora a um casamento, salientando que ?casamentos se desfazem?, enquanto Xuxa reiterou três vezes seu respeito pela empresária, e disse que ela ?faz parte da família?... ?e as brigas de família acontecem.? Segundo a Globo, as duas se desentenderam na criação de Xuxa para Baixinhos, previsto para início desse ano, de segunda a sexta-feira de manhã, mas adiado várias vezes. A apresentadora quer trabalhar com crianças enquanto a diretora prefere os adolescentes. Sem acordo, o Planeta Xuxa, show de variedades infanto-juvenil dominical, dura até o fim de julho, ainda dirigido por Marlene Mattos e depois cada uma cuida de seus projetos. Xuxa só volta ao ar quando encontrar um novo diretor e Marlene Mattos se mantém na direção do Mais Você, matutino diário de Ana Maria Braga, que volta ao ar na segunda-feira. As duas deixam claro que o rompimento é também pessoal. ?Nesse momento, não estou preocupada em ver como ficará minha vida na televisão daqui para frente. Estou decidindo a minha história com a Xuxa?, esclarece Marlene. Xuxa é mais contida. ?Foi uma parceria profissional que acabou?, ressalta.Mudanças - A dupla está junta há 18 anos, desde a estréia de Xuxa na extinta TV Manchete, em 1984. Marlene era uma das produtoras do programa, mas logo assumiu a direção e a carreira da apresentadora, que antes se destacara como namorada de Pelé, modelo de revistas masculinas e atriz de filmes eróticos, como Amor, Estranho Amor, em que seduzia um adolescente. A nova sociedade mudou a imagem de Xuxa (que conseguiu proibir na Justiça a veiculação do filme) e trouxe sucesso para as duas. Elas foram juntas para a Rede Globo em 1986 e, entre salário, merchandising e licenciamento de produtos, chegaram a ter uma faturamento mensal calculado em R$ 30 milhões por mês. A sociedade extrapolou para o cinema, e os filmes de Xuxa,geralmente videoclips alinhavados por uma história ingênua, mas dirigidos por Tisuka Yamasaki, são campeões de bilheteria, os únicos títulos nacionais capazes de competir com os blockbusters norte-americanos.Em meados dos anos 90, Xuxa começou a perder audiência. Teve uma filha, Sacha, do ator e empresário Luciano Szafir, que foi batizada por Marlene, é personagens constante das revistas especializadas na privacidade de famosos, mas seus programas dominicais não alcançam pontuação suficiente para vencer a competição com Gugu Liberato, do SBT. Marlene ampliou as atividades e cuida da carreira e da imagem de ?estrelas? como Ana Maria Braga, o vencedor do Big Brother 1, Kleber de Paula, e de desportistas como os jogadores de futebol Caio e Roger e de vôlei, Maurício e Henrique. Tal como fez com Xuxa, influi na vida pessoal, na aparência física e opina sobre as companhias com as quais podem aparecer em público. Marlene não deixa de administrar a vida financeira de Xuxa imediatamente e a apresentadora já revelou não ter idéia de suafortuna e só gastar aquilo que era determinado pela amiga. ?Deixo de ser sua empresária tão logo ela organize sua vida profissional e possa tocá-la sem mim?, esclarece Marlene no Portal X.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.