Sem câncer, Hebe fará apenas exames de rotina

O oncologista Sergio Simon confirmou ontem que o câncer da apresentadora Hebe Camargo entrou em período de remissão. Isso significa que ela não apresenta sinal da doença e não necessita de quimioterapia. "Ela está ótima, bastante bem", afirma o médico. Segundo ele, os exames de sangue da apresentadora estão normais. "Agora, ela vai fazer acompanhamento com exames periódicos, como tomografias, todo mês."

AE, Agência Estado

29 de abril de 2010 | 09h33

Hebe estava em tratamento desde janeiro por causa de um câncer no peritônio, membrana que reveste os órgãos do abdome. Ontem, em nota divulgada pelo empresário e sobrinho da apresentadora, Claudio Pessutti, Hebe afirmou "nunca vi a vida com tanta alegria".

A doença de Hebe foi descoberta no início do ano, em exames de rotina. Ela passou 12 dias no Hospital Albert Einstein. No início, a previsão era de que o tratamento duraria cinco meses, com sessões de quimioterapia a cada três semanas. Em entrevista a Carlos Nascimento, no telejornal SBT Brasil, a primeira após descobrir a doença, Hebe disse que percebeu algo errado em uma viagem a Miami. "Achei que estava gorda ou grávida. Ia nascer o ''Peritônio Camargo''", brincou. Na volta a seu programa no SBT, em 8 de março, ela contou que ficou triste no início do tratamento. "Fiquei deprimida, mas logo passou." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
televisãoHebe Camargocâncer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.