Sem barracas, fãs de Madonna permanecem no Morumbi

Subprefeitura exige a saída de grupo, porque está no ponto onde será montada base de policiamento

Solange Spigliatti, estadao.com.br

10 de dezembro de 2008 | 09h47

 Os cerca de 20 fãs da cantora Madonna, acampados desde domingo em frente ao Estádio Cícero Pompeu de Toledo, no Morumbi, na zona sul de São Paulo, continuavam na fila por volta das 9h30 desta quarta-feira, 10, após o ultimato da Prefeitura para que se retirassem do local até as 9 horas.  Veja também:Enviado especial conta que diva usa fones de diamantes  Especial: A controversa Madonna  O grupo, que se reveza com amigos para tomar banho e descansar algumas horas em uma cama de verdade, adotou esquema de mutirão e usavam as barracas para descansar, montadas num bolsão, usado em jogos como estacionamento. Essas barracas já haviam sido desmontadas nesta manhã. Barracas montadas nesta madrugada. Foto: Werther Santana/AE Segundo a assessoria da subprefeitura do Butantã, os fãs estariam acampados em espaço público e não poderiam manter as barracas montadas. Caso os fãs voltem a desobedecer o ultimato, montando as barracas novamente a qualquer hora do dia, a subprefeitura, em conjunto com a Guarda Civil Metropolitana, que estão constantemente passando pelo local, vão retirar as pessoas do local, segundo a assessoria. Além da ocupação indevida do espaço público, os fãs estão no ponto onde será montada a base de policiamento nos três dias de shows da cantora no estádio. A oito dias para o primeiro show de Madonna em São Paulo, alguns fãs estão acampados em frente ao estádio há mais de 3 dias para garantir um lugar mais perto da pop star norte-americana. A rainha do pop chega ao Brasil no dia 12 com sua turnê mundial Sticky & Sweet para cinco shows: dois no Maracanã, Rio (dias 14 e 15), e três no Morumbi (dias 18, 20 e 21).  Os ingressos para os shows custam entre R$ 160 e R$ 600. Segundo a organização, ainda há entradas para todos os dias para os shows do Maracanã (exceto pista VIP); para os shows do Morumbi, há entradas para arquibancadas laterais, pista e cadeiras para todos os três dias. Ao final de Sticky and Sweet, Madonna deve bater o recorde de turnê mais rentável para um artista-solo. Deve arrecadar um total de US$ 282 milhões em ingressos em 2008 (o recorde anterior também era de Madonna, com a turnê Confessions Tour, que arrecadou US$ 193,7 milhões em 2006). (Com Ricardo Valota, do estadao.com.br; e Daniela do Canto, do Jornal da Tarde )

Tudo o que sabemos sobre:
Madonna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.