"Selective Focus" traz inédita de David Zalben

Através de uma realidade produzida e reinterpretada pelas lentes de uma câmera fotográfica, David Zalben cria um mundo a partir do próprio ponto de vista, e convida as pessoas a enxergarem da mesma forma. O resultado das experiências do fotógrafo estão expostos até dia 28 de julho no Conjunto Cultural da Caixa Econômica Federal. São 12 imagens de 1,15 por 1,70 metros que fazem parte da mostra Selective Focus, aberta desde o dia 25 de maio.Como diz o próprio nome da exposição, o americano Zalben se utiliza de efeitos de focalização e polarização para conseguir fotos inusitadas, com perspectivas curiosas e ângulos inclinados e sobrepostos de maneira harmoniosa. Seu principal tema é a foto figurativa e conceitos em still life (natureza morta). Para criar cenas envolventes, o fotógrafo combina diferentes estilos de produção de moda, com um forte senso de realismo italiano - influência que recebeu quando foi à Itália e encantou-se com o espírito criativo presente nas fotografias. "Meu estilo está se aprimorando com o tempo e as imagens se formam de acordo com a mensagem que eu desejo conduzir", completa Zalben.Para dar maior sincretismo ao seu trabalho, Zalben manipula as imagens em estúdio, em um ambiente calmo e sofisticado. "As fotografias criam um envolvimento espontâneo e íntimo e, desta forma, há um diálogo entre a cena e o observador", diz o fotógrafo, que mostra série inédita no Brasil. David Zalben é americano e vive hoje entre São Paulo e Nova York. Visitou o Brasil pela primeira vez em 1991 e sete anos depois montou um estúdio na capital paulistana. Segundo ele, como parte de uma nova onda de imigrantes, o Brasil o estimula a encontrar visão e criatividade para o trabalho. Teve o primeiro contato com a fotografia aos treze anos e direcionou o olhar para o trabalho contemporâneo e psicodélico de Irving Penn. Após vários anos de fotografia, iniciou testes em estúdio, colocando partes da imagem fora de foco, focalizando detalhes direcionados, o que passou a chamar de selective focus. Zalben foi evoluindo sua técnica e introduzindo às suas composições outros jogos de luz, sombra, focalização, composição e cor. Também com o efeito de perspectivas e ângulos inclinados, passou a controlar o olhar do espectador para que ele tenha a sensação de participar das cenas fotografadas.Serviço - Selective Focus - fotografias de David Zalben. De 25 de maio a 28 de julho de 2000, segunda à sexta, das 10 às 16h - entrada franca. Conjunto Cultural da Caixa - Praça da Sé, 111, 3º andar. E-mail: gimaisp@sti.com.br. Tel: (11) 3107-0498

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.