Seleção de westerns na TV paga

Christine: o Carro Assassino

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2010 | 00h00

14H15 NO SBT

(Christine). EUA, 1983. Direção de John Carpenter, com Keith Gordon, John Stockwell, Alexandra Paul, Robert Prosky.

Na trilha aberta por Encurralado, de Steven Spielberg, nos anos 1970, surgiram muitos filmes sobre carros como máquinas assassinas. Este é um deles. Adaptado de um original de Stephen King, mostra Plymouth "58 que possui poderes demoníacos. Começa - bem - como um típico filme de adolescentes. Quando muda de gênero, e vira terror, torna-se menos interessante. Mas é de John Carpenter e você sabe que ele tem fã-clube. Não faltarão defensores para o cartaz do SBT. Reprise, colorido, 109 min.

O Outro Eu

15H45 NA GLOBO

(The Other Me). EUA, 2000. Direção de Manny Cot, com Andrew Lawrence, Mark L. Taylor, Lori Hallier, Alison Pill, Brenden Jefferson, Joe Grifasi.

Garoto relapso tem de fazer uma experiência para a sua classe de Ciências. Inadvertidamente, ele cria um clone de si mesmo - inteligente, aplicado. Passando-se pelo herói, seu outro "eu" vira líder da turma, da escola. O tom é de comédia. Reprise, colorido, 90 min.

Carrie, a Estranha

22H15 NO SBT

(Carrie). EUA, 2002. Direção de David Carsen, com Angela Bettis, Patricia Clarkson, Kandyse Mcclure.

Como Christine, que o SBT exibe à tarde, Carrie, que passa à noite no mesmo canal, também é uma adaptação de Stephen King. A heroína é uma garota criada por mãe repressiva, que sofre todo tipo de agressão e humilhação na escola. Mas Carrie tem poderes e parte para a vingança. Em 1976, Brian De Palma fez a sua versão da mesma história e o filme virou cult. Este, em comparação, não dá nem para a saída, mas consegue ser razoável em relação ao musical da Broadway, um fracasso tão retumbante que teve somente cinco récitas (e foi tirado às pressas de cartaz). Reprise, colorido, 96 min.

Intercine

2 H NA GLOBO

A emissora exibe o preferido do público entre Era Uma Vez Um Casamento, de Matia Karrell, com Valeria Andrews, Omar Avila, Charlotte Ayala e Esai Morales, sobre garota que, às vésperas do casamento, atropela um cara e se envolve com o desconhecido, a ponto de querer ficar com ele, mas seu pai autoritário vai fazer de tudo para separá-los; e Gata Fantasma, de Don McBrearty, com Michael Ontkean, Ellen Page, Lori Hallier e Shirley Knight, sobre outra garota, que se muda com o pai, este bonzinho e viúvo, para casa assombrada por gata que pertencia à antiga moradora (e que morreu com ela).

Amanhã

A Globo exibe amanhã, no Intercine o preferido do público entre - Corpo Fechado, de M. Night Shyamalan, com Bruce Willis, Samuel L Jackson, Robin Wright Penn, Spencer Treat Clark, Charlayne Woodard, Ames Handy, sobre garoto que consegue se comunicar com os mortos; na época, causou sensação a revelação final; dez anos depois, você já deve saber do que se trata, mas é, de qualquer maneira, bem impressionante (EUA, 2000, fone 0800-70-9011); e American Pie - Tocando a Maior Zona, de Steve Rash, comédia que surgiu como rapa de tacho da série famosa, já sem seus principais protagonistas, mas também tratando da obsessão da garotada por sexo; com Tad Hilgenbrinck, Arielle Kebbel, Jason Earles, Eugene Levy e Crystle Lea Lightning (EUA, 2005, fone 0800-70-9012).

TV Paga

Estigma da Crueldade

12H10 NO TELECINE CULT

(The Bravados). EUA, 1958. Direção de Henry King, com Gregory Peck, Joan Collins, Stephen Boyd, Lee Van Cleef, Henry Silva.

Depois de O Pistoleiro, de 1950, o diretor King e o astro Peck voltaram ao western com esta história sobre rancheiro que persegue os quatro pistoleiros que violentaram sua mulher. A violência do relato e o final-surpresa se encarregaram de fazer a fama do filme. A ideia é mostrar que a obsessão de vingança transformou o herói num celerado igual ou pior do que os criminosos que caça. Reprise, colorido, 98 min.

A Rainha

20H10 NO TELECINE LIGHT

((The Queen). Inglaterra/França, 2006. Direção de Stephen Frears, com Helen Mirren, Michael Sheen, James Cromwell.

A história de como o premier Tony Blair salvou a monarquia britânica, induzindo a rainha Elizabeth II a fazer o luto que a Inglaterra esperava dela, após a morte da princesa Diana. Os bastidores da realeza, a excepcional interpretação de Helen Mirren - o que mais você quer? Reprise, colorido, 101 min.

Sangue de Herói

23H55 NO TCM

(Fort Apache). EUA, 1948. Direção de John Ford, com John Wayne, Henry Fonda, Shirley Temple, Pedro Armendariz, John Agar, Ward Bond, Victor McLaglen.

O primeiro filme da trilogia da Cavalaria do mestre Ford inspira-se na derrota do general Custer em Little Big Horn. John Wayne faz subordinado que se opõe a Henry Fonda, como comandante autoritário que quer massacrar os índios num forte de fronteira. Um filmaço. Reprise, preto e branco, 127 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.