Seleção da Semana

LOU REED

, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2010 | 00h00

Quando: sábado, às 21h30; domingo, às 18h30. Onde: Sesc Pinheiros. Rua Paes Leme, 195, telefone 3095-9400. Quanto: R$ 40 (esgotado).

LOU REVÊ SEU DISCO MALDITO

Poucos artistas contemporâneos podem se gabar de ter influenciado vanguardas & revoluções, comportamentos & negações. Poeta, cantor, dramaturgo e compositor, Lou Reed pode, mas é tão blasé que não vai dar esse mole aos detratores. Sua música está na base do punk rock e, paradoxalmente, da composição para museus e galerias. É essa última faceta, basicamente, que traz Lou Reed de volta ao Brasil. Ele toca, na programação da Mostra Sesc de Artes 2010, o insofismável disco Metal Machine Music, de 1975, acompanhado dos músicos Ulrich Krieger e Sarth Calhoun.

Imagine um encontro entre John Cage, Nine Inch Nails e o MC5. É por aí. Quando esteve no Brasil, em 2000, Lou Reed já anunciava a reedição, naquele ano, dessa que é uma de suas obras mais controversas, Metal Machine Music, um dos mais experimentais, difíceis (ou incompreensíveis) álbuns de rock de toda a história. Continha apenas quatro faixas. O próprio Reed, nas notas originais do encarte do disco, admitia: "Muitos de vocês não gostarão disso e eu não vou amaldiçoá-los por isso."

Era puro ruído, sem melodias ou vocais. Mas virou um cult das vanguardas. Uns diziam que marcava a morte e o renascimento de um rock star. Outros, que era uma espécie de acerto de contas pessoal de Lou Reed pelo tempo em que ele foi submetido a eletrochoques durante um tratamento psiquiátrico. "As pessoas disseram que antecipou o rock industrial", comentou. "Não foi muito ouvido e eu o usei basicamente como base para exposições em galerias e performances", lembrou. "Agora, eu mesmo supervisionei a remasterização e o relançamento." Ex-integrante do mítico Velvet Underground, Lou Reed é um farol que escapuliu das trevas de um tempo sombrio. Ele tocará no Sesc Pinheiros. Os ingressos, que custavam entre R$ 10 a R$ 40, esgotaram-se em pouco mais de uma hora. / JOTABÊ MEDEIROS

MARCELO JENECI

Onde: Sesc Vila Mariana. Rua Pelotas, 141, telefone 5080-3000. Quando: terça e quarta, 21 horas. Quanto: R$ 5 a R$ 20.

A HORA DE JENECI

Como pianista, acordeonista e compositor, Marcelo Jeneci já deixou impressionado fãs de seus parceiros, como Arnaldo Antunes e Zélia Duncan. Agora é a hora de o compositor engrenar a carreira no comando de sua própria nave. Esta semana ele faz shows de lançamento de seu ótimo álbum de estreia, Feito pra Acabar, na companhia de Laura Lavieri e dos convidados Arnaldo Antunes, Tulipa Ruiz, Marcelo Camelo e o maestro e arranjador Arthur Verocai regendo uma orquestra, como fez no CD. / LAURO LISBOA GARCIA

MARINA ABRAMOVIC

Quando: De 18/11 a 29/1/2011. Onde: Luciana

Brito Galeria. R. Gomes de Carvalho, 842, telefone 3842-0634. Quanto: Grátis.

VOLTA À SIMPLICIDADE

Artista que se tornou nome fundamental quando se trata da performance, a sérvia Marina Abramovic faz novamente mostra individual na Luciana Brito Galeria. Em Back to Simplicity, ela exibe fotos e vídeos, históricos e recentes. / CAMILA MOLINA

NA ARCA ÀS OITO

Quando: Sábados e domingos, às 17 h. Até 28/11. Onde: Sede da Cia. Paideia. Rua Darwin, 153, 5522-1283, Alto da Boa Vista. Quanto: R$ 15.

NOÉ ESTÁ CHAMANDO!

Se você não conhece a sede da Cia. Paideia, no Alto da Boa Vista, vale a pena ver como a magia do teatro pode se espalhar com talento pela cidade, fora do circuito tradicional dos teatros dos Jardins e da Bela Vista. A chance é prestigiar Na Arca às Oito, texto alemão que trata das dúvidas sobre a existência de Deus. É lindo, sem ser ostensivo nem doutrinador. Ninguém é forçado a acreditar em nada. E os atores arrasam na pele de três divertidos pinguins. / DIB CARNEIRO NETO

HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE - PARTE 1. Direção: David Yates. Gênero: Aventura (EUA/ Reino Unido/ 2010, 146 min.). Elenco: Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint.

A VOLTA DO BRUXO

Chega às telas Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1. Na nova aventura, Harry, Ron e Hermione têm de encontrar e destruir o segredo da imortalidade do vilão Voldemort. O protagonista é interpretado por Daniel Radcliffe. / LUIZ ZANIN ORICCHIO

12 HOMENS E UMA SENTENÇA

Quando: Estreia 19/11 - Quinta a sábado, às 19h30, dom., às 18h. Onde: CCBB. Rua Álvares Penteado, 112, telefone 3113-3651. Quanto: R$ 15.

MAIS UM JULGAMENTO

Um dos mais conhecidos filmes de tribunais da história, 12 Homens e Uma Sentença ganha versão teatral. Conduzida por Eduardo Tolentino, a peça traz Norival Rizzo no papel que era interpretado por Henry Fonda. / MARIA EUGÊNIA DE MENEZES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.