Seleção da semana

GERAÇÃO SP

, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2010 | 00h00

Quando: Quinta, 23 h. Onde: Teatro Mars.

Rua João Passaláqua, 80, telefone 3105- 8950.

Quanto: R$ 15 (antecipado) e R$ 20.

NOVA MÚSICA PAULISTANA

Expoentes da movimentada cena musical paulistana vão se encontrar na noite de quinta-feira no Teatro Mars, para marcar o lançamento do CD coletivo Geração SP. Duas cantoras do grupo - Tulipa Ruiz (com duas ventarolas na foto) e Claudia Dorei (de chapéu) - lançaram recentemente expressivos álbuns de estreia. O escrachado e plural Berlam, alter ego do compositor e diretor teatral Pedro Granato (de óculos em formato de estrelas) também acaba de lançar o primeiro e estimulante CD com a Banda Larga. A voz de Luisa Maita (agachada na frente de Tulipa) já ecoou no revelador CD de Rodrigo Campos. Parcerias dos dois estão no aguardado CD autoral de estreia, que só saiu no exterior por enquanto. São jovens cantores, autores e músicos nascidos ou radicados na capital paulista, que ao longo desta década vêm trocando experiências e realizando alguns trabalhos em colaborações, sem confundir os estilos. Em Geração SP, Dani Barra (de barba e jaqueta colorida) e Luciana Paes (última à direita, sentada) cantam uma música em dupla e cada um divide outra com Berlam. O nome de Dani - que assina a direção e a produção executiva do projeto coletivo criado em 2007 para divulgar essa nova geração de artistas - ainda figura em outra faixa com Bárbara Eugênia (na foto entre Caio Bosco, de camisa xadrez, e Berlam). Tulipa e Luisa interpretam canções inéditas sozinhas e outra em duo. Claudia juntou-se a Dani e representantes do hip-hop, o MC THG (sentado) e Roberta Estrela d"Alva (última à dir. em pé) para compor o tema que dá título ao CD. Nem todos estarão no show de quinta no Mars. Su Bragatto (primeira à esq. agachada) e Gil Duarte (entre Tulipa e Dani), que faz boas experiências com elementos eletrônicos e acústicos com o Sistema Asimov de Som, vão dividir o palco com Bárbara, Berlam, Claudia, Dani, Luciana e Yuri Pinheiro, autor de outra faixa do CD que leva a assinatura de Dani. Será uma celebração. / LAURO LISBOA GARCIA

DESCOBRINDO O CINEMA FILIPINO

Quando: de 9 a 27/6. Onde: CCBB. Rua Álvares Penteado, 112, Centro, telefone 3113-3651.

Quanto: R$ 4.

CINEMA DEBATE

Com seu diretor Brillante Mendoza premiado em Cannes no ano passado, o sombrio Kinatay (foto) é atração do dia 13 no festival que começa na quarta e vai até 27 de junho. É uma nova geração de cineastas filipinos que está em ação, com nomes como Lav Diaz, Raya Martin e Khavn De La Cruz, mostrando uma produção vigorosa, que aos poucos chega ao panorama internacional. São 30 títulos potentes que incomodam e fazem refletir sobre a dura realidade social das Filipinas, que é também a de todo o terceiro mundo. / REGINA CAVALCANTI

DEL REY

Quando: Sábado, às 23 h. Onde: Studio SP. Rua Augusta, 591, Consolação, telefeone 3129-7040. Quanto: R$ 30.

LOUCURA QUALQUER

Desde 2003, a banda pernambucana Del Rey se notabiliza por uma leitura desbragada das baladas de Roberto Carlos. Encabeçada por China e integrantes da Mombojó, faz a travessia entre o popular e o espetacular mundo Del Rey. /JOTABÊ MEDEIROS

CAMPANA BROTHERS - (SO FAR)

Lançamento do livro: dia 9/6, às 19h30. Onde: Conceito: FirmaCasa (Rua Gabriel Monteiro da Silva, 1.522). Quanto: R$ 187,50.

OBRA COMPLETA

Os irmãos designers Humberto e Fernando Campana lançam na quarta-feira livro editado pela Rizzoli & Albion, que analisa e apresenta os 27 anos de trajetória da bem-sucedida dupla brasileira, de renome internacional. A edição, em inglês, reúne textos assinados por Li Edelkoort, Stephan Hamel, Cathy Lang Ho, Deyan Sudjic e Darrin Alfred. / CAMILA MOLINA

A BRUXINHA ATRAPALHADA

Quando: Domingos, às 15h30. Onde: Teatro do Sesc Santana (349 lug.). Av. Luís Dumont Villares, 579, tel. 2971-8700. Quanto: R$ 10. Só até 20/6.

UMA BRUXA DO BEM

Luah Guimarães emociona como a Bruxinha Atrapalhada, personagem sem falas dos livros de Eva Furnari.Repare no simples e funcional cenário de Marco Lima e Marcia Abujamra e na contagiante trilha de André Abujamra. / DIB CARNEIRO NETO

DEVOLUÇÃO INDUSTRIAL

Quando: Sáb. e dom., 16 h e 19 h - até 27/6.

Onde: Sala Crisantempo. Rua Fidalga, 521,

telefone 3819-2287. Quanto: R$ 20.

CALDEIRÃO ÉTNICO

Histórias das invenções humanas são o mote de Devolução Industrial, da afamada cia. Udi Grudi. No novo espetáculo, o grupo de Brasília mescla circo, música e teatro para mostrar o lado inexplicável da vida. / MARIA EUGÊNIA DE MENEZES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.