Seinfeld escapa de processo de US$ 100 mi

Jerry Seinfeld saiu-se vencedor no processo que Michael Costanza movia contra ele. O ex-colega de classe do comediante no Queens College alegava que o personagem George Costanza, interpretado por Jason Alexander no extinto seriado Seinfeld, era baseado nele. Dizendo que sua privacidade havia sido "invadida", exigia indenização de US$ 100 milhões. Seinfeld, por sua vez, alegava que o personagem havia sido inspirado no produtor-chefe do seriado, Larry David, e que Costanza era um "oportunista". A Divisão de Apelação da Suprema Corte em Nova York foi unânime ao dar razão a Seinfeld.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.