Sede da UNE vira Centro Barbosa Lima Sobrinho

O prédio ocupado pela União Nacional dos Estudantes (UNE) no bairro do Catete, na zona sul do Rio, será a sede do Centro de Cidadania Barbosa Lima Sobrinho, a ser construído pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Lá serão reunidos o acervo do jornalista, que morreu em agosto do ano passado, um arquivo de imagens e textos sobre ele e uma biblioteca sobre cidadania - ainda a serem constituídos - e a Casa de Cultura e Memória da Faculdade de Direito, que hoje funciona no campus da Uerj."A criação do Centro de Cidadania coincidiu com a retomada pela UNE do prédio que lhe pertencia na Praia do Flamento, com a morte de Barbosa Lima Sobrinho, em agosto, e com a aquisição, pela Uerj da biblioteca dele, com 22 mil livros e 5 mil documentos", conta a coordenadora da comissão de criação do órgão, Sônia Faerstein. "Atualmente estamos finalizando o projeto de reforma para increvê-lo na Lei Rouanet e obter patrocínios para as obras. Além do espaço dedicado à preservação da memória do Direito e da Cidadania, vamos promover cursos e pesquisas e criar um centro onde qualquer pessoa conseguirá informações gratuítas sobre questões jurídicas."Paralelamente à criação do Centro de Cidadania, a Uerj começa a fazer o inventário da biblioteca de Barbosa Lima Sobrinho, adquirido em dezembro do ano passado por R$ 350 mil. Sônia Faerestein adianta que o jornalista era organizado, mas seguia uma lógica própria. "Vamos levar os dois projetos adiante simultaneamente e disponibilizar o acervo junto com a inauguração do Centro de Cidadania", planeja Sônia. "É cedo para marcar uma data, mas os professores e ex-alunos da Faculdade de Direito da Uerj, à qual a instituição estará ligada, já manifestaram intenção de atuar nela de alguma forma."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.