Isac Nobrega/PR
Isac Nobrega/PR

Secretário adjunto de Regina Duarte é exonerado

Demissão de Pedro Horta foi publicada em edição extra do Diário Oficial e assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto; substituto ainda não foi anunciado

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de maio de 2020 | 04h02

A secretária especial de Cultura do governo Bolsonaro, Regina Duarte, perdeu um dos seus primeiros nomeados. O secretário especial adjunto, Pedro José Vilar Godoy Horta, foi exonerado do cargo. A demissão, publicada em edição extra do Diário Oficial de sexta-feira, 15, traz a assinatura do ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto. Um substituto ainda não anunciado.

Regina havia nomeado Pedro Horta como chefe de gabinete no dia 6 de março, dois dias após ter assumido o comando da pasta. Ele se tornou secretário especial adjunto já no fim de abril. Antes de entrar na pasta, Horta, nascido em 1971, comandava o departamento comercial da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). Ele já foi secretário parlamentar e advogado de Celso Russomanno, candidado a deputado e a vereador e professor de direito constitucional.

Críticas a Regina

A exoneração se dá em um contexto de duras críticas à secretária de Cultura pela classe artística, após Regina ter minimizado tortura e mortes na ditadura e cantado jingle da Copa de 1970 ao vivo, em entrevista à CNN Brasil, no dia 7.

Regina também não tem agradado ao presidente Jair Bolsonaro. Eles fizeram uma reunião, no dia último dia 6, após o governo renomear para a presidência da Funarte o maestro Dante Mantoavani, afastado do cargo logo após a posse da nova secretária. No fim do dia, a nomeação foi suspensa, mas o gesto foi visto no governo como um processo de “fritura” de Regina.

Como revelou o Estadão, Bolsonaro está incomodado com a ausência de Regina em Brasília e acredita que a secretária é suscetível ao setor “todo de esquerda”. Já a secretária se sente desprestigiada e pressionada pela “ala ideológica” do governo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.