Secretaria quer criar fundo de cultura em SP

Depois do anúncio dos últimosprojetos selecionados para o Concurso de Co-Patrocínio de Cinema, na terça-feira, o secretário municipal de Cultura de São Paulo,Marco Aurélio Garcia, afirmou que pretende instituir um fundo decultura. "Será um projeto mais ambicioso, pois serviria aoutras modalidades artísticas (como música e artes visuais) esurgiria como uma opção às leis de incentivo já em vigor",comentou. "Seria algo semelhante ao que faz a Fapesp, quedestina verbas para áreas distintas, como física, química,história e outras."Como a projeção orçamentária do município do próximo anojá está fechada, o fundo ficará para 2004, sendo que o próximoexercício seria utilizado para formular a proposta. "A não serque fosse aprovada uma destinação da verba já prevista para oConcurso de Co-Patrocínio, além de conseguir doações."Com a divulgação dos concursos, a prefeitura somou R$ 8,381 milhões em recursos de fomento ao teatro e ao cinema de SãoPaulo. Os concursos foram divididos em modalidades, cada umaavaliada por uma comissão formada por jornalistas eprofissionais de cada área. "Essa forma de avaliação foidecisiva, pois não permitiu nenhuma intervenção de algum setorda secretaria", comentou Garcia. "Eu mesmo não participei emnenhum estágio da avaliação, conhecendo os nomes apenas com adivulgação pelos membros de cada comissão."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.