'Se eu fosse o Gugu, teria salvo a MTV'

Sucesso no Piores Clipes do Mundo (2001), em que fazia graça do vídeos em um fundo eletrônico, Marcos Mion exportou a ideia para o Legendários, que faz na Record.

Entrevista com

O Estado de S.Paulo

11 de agosto de 2013 | 11h03

Que traço da MTV você identifica em outras produções da TV?

A cara da MTV está espalhada por toda grade da TV aberta. É bom frisar que as pessoas que fizeram a história da MTV estão espalhados pela TV com sucesso! Tem gente que ainda insiste naquela história de maldição. Alguns VJs, me incluindo nesta lista, precisaram de mais que uma saída da MTV para conseguir se estabelecer na TV aberta. Lá, levávamos para o público o que as pessoas ainda nem sabiam que queriam, tínhamos que estar um passo à frente do que era feito no país e não importava se iríamos. E, de repente, ter que lidar com números de audiência, com a pressão do politicamente correto, de ter de agradar todas idades, credos e raças não é uma mudança fácil. A linguagem visual da MTV virou conceito. Cansei de ter de explicar alguma coisa que queria usando as palavras 'estilo MTV'. Assim, era compreendido na hora.

O que você faz na Record é inspirado na MTV?

É exatamente a mesma coisa! É um quadro meu, não teria porque mudar. O desafio foi adaptá-lo para TV aberta. Quem assistia a MTV percebe claramente as mudanças na minha linguagem e artifícios para fazer desse um quadro preferido não só da molecada, mas das avós.

O que você carrega das duas passagens pela MTV?

Tudo. Só estou onde estou hoje graças à MTV. Se nunca tivesse saído da Globo para ir para MTV, minha carreira seria outra. E seria infeliz, triste! Pois o maior sonho da minha vida sempre foi trabalhar lá, sempre. Se tivesse feito fortuna, se eu fosse o Gugu, teria salvado a MTV Brasil como a conhecemos! (risos). / J.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.