Schwarzenegger desiste de ser governador

Arnold Schwarzenegger abandonou a idéia de ser governador da Califórnia, ao menos por hora. Sua porta-voz, Jill Eisenstadt, pôs fim à novela ao afirmar, na tarde de hoje, que o momento não é oportuno para uma candidatura do astro. Rumores que começaram a circular cerca de dois meses atrás diziam que o ex-Mister Universo sairia nas próximas eleições pelo Partido Republicano. No entanto, um artigo publicado na revista Première, além de alguns compromissos pessoais, puseram fim aos seus planos.De acordo com a assessora, as obrigações do ator com sua família e com a carreira cinematográfica ocuparão o seu tempo, ao menos, até 2004, o que lhe impede de se candidatar ao cargo no próximo ano. O anúncio da desistência do astro coincide com a publicação de um artigo na revista Première que revela supostos escândalos sexuais do ator. Além disso, o texto também traz informações sofre os problemas de saúde que sofre Schwarzenegger. Estes foram ocasionados pelo constante uso de anabolizantes e esteróides nos tempos em que ele praticava fisiculturismo. A publicação do artigo pode fazer parte de uma estratégia de difamação organizada pelo comitê do atual governador californiano, do partido democrata, Gracy Davis, que se preocupa com a possibilidade de que o ator utilize de seu prestígio para vencê-lo nas próximas eleições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.