SBT quer dar o troco na Record

Com um investimento de mais de US$1,5 milhão, elenco cheio de ex-globais, três cidades cenográficas e uma equipe técnica de primeira, o SBT lança seu novo núcleo de teledramaturgia apostando todas as fichas para aumentar o ibope em Cristal, novela que estréia dia 5 de junho e promete brigar pela audiência no horário das sete.Apesar do elenco e da fórmula global, Herval Rossano, diretor geral da trama, garante que o objetivo da emissora de Silvio Santos não é se igualar ao Projac, e sim, reconquistar o segundo lugar no Ibope do horário nobre, que hoje está nas mãos da Record. "Nossa intenção não é bater ou se aproximar da Globo. Queremos tirar a audiência de outra emissora", cutuca o diretor.Quanto à fama do SBT de ser conhecido como palco de dramalhões mexicanos, a assistente de direção Mayara Magri, rebate, utilizando o velho discurso de sempre: "Abrasileiramos o máximo a história de Cristal. Queremos que o público se identifique de alguma forma com os personagens e com o enredo, mas não podemos fugir muito do estilo dramalhão, afinal é disso que o povo gosta".Temas brasileiros na tramaOs números de audiência das novelas, no entanto, mostram que o público tem preferido o produto nacional. Para atender ao gosto popular, Rossano garante que a história de Cristal, apesar de inspirada no texto original mexicano, abordará temas polêmicos presentes no cotidiano dos brasileiros, como o abandono de crianças, o excesso de vaidade e a busca pela fama.Na nova trama do SBT, Vitória Ascânio (Bete Coelho) é a proprietária da Casa Vitória, uma conhecida e respeitada grife de alto costura. Poderosa e sofisticada, Vitória carrega segredos de seu passado. Há 22 anos, ela era empregada doméstica na casa da megera Dona Luísa (Eliana Guttman). Em uma noite de amor e descuido, a menina pobre engravida do filho da patroa, Ângelo de Jesus (Victor Wagner), e é expulsa de casa. Ângelo se torna padre e não sabe que é pai. Vitória, pobre na época, abandona o bebê.O tempo passa e o destino reaproxima mãe e filha, sem que elas saibam de seu parentesco. Vitória contrata Cristina (Bianca Castanho) para ser sua nova modelo (modelo, grife de luxo... algo fez lembrar Belíssima? ), mas quando a jovem se apaixona e fica grávida do sedutor João Pedro (Dado Dolabella), enteado de Vitória, é demitida e acusada de interesseira. Grávida, desempregada e sozinha, a moça vive uma situação semelhante à enfrentada pela mãe no passado.João Pedro, mesmo depois de se casar com a neurótica e desequilibrada Marión (Marisol Ribeiro), continua apaixonado por Cristina.A trama, composta por 203 capítulos, promete diálogos ágeis e cenas bem-humoradas. Cristal também quer lançar o protagonista Dado Dolabella também como cantor. O ator não só interpreta o mocinho do folhetim, mas também empresta o ´gogó´ para a música tema de abertura da novela, ´Tá Escrito". "A música Destino, que escrevi, também entrará na novela", diz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.