SBT: lá vêm as filhas do "patrão"

As Abravanel vêm aí. Está certo que o pai, batizado Senor - mas conhecido como o popular Silvio Santos -, ainda segue firme no comando do seu patrimônio estimado em R$ 879 milhões. Mas Rebeca e Daniela - como diria o "patrão" respectivamente as filhas número três e cinco da prole de seis mulheres - estão sendo treinadas para assumir cargos importantes no SBT.Desde o início do ano as duas irmãs participam das reuniões semanais, aquelas decisivas e ultraconfidenciais, onde se discutem os rumos da emissora que se encontra em fase de reestruturação. São encontros tão sigilosos que nem todos os diretores do SBT participam deles.Ainda universitárias, estudantes de marketing da Faap, as herdeiras Daniela, de 25 anos, e Rebeca, 21, dão seus palpites aos executivos do primeiro escalão da empresa. Para não atrapalhar os estudos das meninas, as reuniões até foram transferidas para o período da tarde, já que elas cursam o período da manhã.Dividindo a mesa com as garotas estão os medalhões José Roberto Maciel, diretor administrativo/financeiro; Luiz Sebastião Sandoval, presidente do Grupo Silvio Santos, além dos diretores superintendentes Jean Teppet e Guilherme Stoliar (esse último, tio das meninas). Silvio Santos, é claro, acompanha de perto as ações das filhas.Sobre o "treinamento", os funcionários se mostram apreensivos em conversas informais nos corredores do SBT. A emissora passa por uma reestruturação - corte de custos, dizem - mudanças na diretoria e a misteriosa chegada das garotas ao grupo só colabora para aumentar as especulações sobre os rumos que a empresa tomará.Certo até o momento é que Daniela fará estágio como diretora administrativa, circulando no escritório que fica nas dependências do SBT na Anhangüera. Já Rebeca está mais ligada à área de teledramaturgia e vai atuar como assistente de direção na próxima novela do grupo, Jamais Te Esquecerei, prevista para estrear em meados de abril.O problema é que, em plena época de produção de novas atrações, a equipe ainda nem foi apresentada à filha de Silvio Santos. Nem sequer sabe ao certo quando a garota irá oficialmente se integrar ao time.O rosto de Daniela também permanece uma incógnita para a maioria dos funcionários do grupo. Simples e discretíssimas, exatamente como o pai, as duas irmãs fogem de qualquer tipo de publicidade sobre sua vida particular.Quase nunca badalam nem se deixam fotografar pelas revistas especializadas em celebridades. São, sem dúvida, as menos aparecidas do já low-profile grupo das filhas de Silvio Santos.Sabe-se de Rebeca que foi ela quem indicou o cantor Mario Velloso, seu colega de Faap, para entrar no time de confinados de Casa dos Artistas 2.Sobre Daniela, em agosto de 2001 algumas colunas sociais publicaram que se casou com o empresário Marcelo Beyruthe. A informação rendeu poucas linhas e nenhuma imagem. Sabe-se ainda que as duas são evangélicas, diferente do pai, que é judeu. A religião foi introduzida na mansão do Morumbi pela mãe, Iris, e abraçada por todas as filhas, que juntas, vão orar no templo Vida Nova, no Jaguaré.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.