SBT: Justiça livra produtor de prisão preventiva

Hamilton Tadeu dos Santos, o Barney, um dos produtores da falsa entrevista com supostos integrantes do PCC levada ao ar no Domingo Legal, no SBT, vai continuar em liberdade. A juíza Izabel Irlanda Castro Correa Araújo, da 2.ª Vara Criminal de Osasco, indeferiu hoje pedido de prisão preventiva formulado pela polícia, que acusa Barney de apologia ao crime. No dia 7 de setembro, o Domingo Legal exibiu uma falsa entrevista com dois atores que se fizeram passar por bandidos do PCC, Primeiro Comando da Capital. Alfa e Beta, que foram apresentados ao público com máscaras e assumindo-se criminosos, eram na verdade atores que receberam cada um R$ 500. Quando foi revelado que a entrevista não passava de uma farsa, a produção do programa indicou que Gugu Liberato sabia de antemão da falsa entrevista. Além do indiciamento do produtor Hamilton Tadeu dos Santos, o Domingo Legal ficou um domingo sem ir ao ar por determinação da Justiça. Agora, Gugu, Silvio Santos e o repórter Wagner Mafezzoli podem ser processados crime de ameaça, a pedido do vice-prefeito de São Paulo Hélio Bicudo. Ele foi um dos homens públicos ameaçados pelos "bandidos" na falsa entrevista do programa dominical do SBT.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.