SBT grava "Cristal" digitalizada

Apesar de a transmissão da TV não ser digital - o que cria imagens duplicadas no vídeo, como se fossem "fantasmas" -, a captação digital deve melhorar a qualidade do SBT no ar, prejudicada dependendo de onde o telespectador que não assina TV paga mora. Além da produção jornalística, digitalizada, o setor de teledramaturgia da emissora também ganhou novos equipamentos. A novela que vai estrear a nova tecnologia é Cristal, em substituição a Mariana da Noite, no horário das 20h30. Os estúdios 7 e 8, onde são gravadas as novelas, já contam com três novas câmeras. Duas outras foram adquiridas para externas e outras cinco câmeras digitais estão à disposição da produção. Caso a lei de transmissão digital entre em vigor neste ano, a emissora também já preparou a torre na Avenida Sumaré para receber a antena. "As rotinas já estão diferentes. Iniciamos cursos técnicos e operacionais para treinar a equipe com o equipamento. Estamos testando a nova tecnologia com a maquiagem, cenografia, cores, finalização de cenários, artes, objetos de cena e iluminação", diz o diretor Davi Grimberg. As gravações da novela começam no próximo mês e o elenco está sendo escolhido. Os testes foram feitos em novembro. A atriz Taís Fersoza, que protagonizou Os Ricos também Choram, não renovou contrato. A novela foi um fracasso de audiência - chegou a menos de oito pontos de média no ibope. Cristal, mais uma trama da Televisa, com quem a casa tem contrato até 2008, foi uma opção conjunta de Silvio Santos e Oscar Belai, da TV mexicana. Havia uma dúvida sobre viabilizar a produção, cara para a emissora, com gravações externas em Miami e 75 personagens. "O SBT resolveu bancar o custo. A trama é forte e agrada ao nosso público", diz Davi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.