SBT exibe "Bufo & Spallanzani" antes da Globo

O filme Bufo & Spallanzani é o estopim da nova guerra judicial envolvendo Globo e SBT. O longa nacional de Flávio Tambellini foi durante duas semanas anunciado como uma das atrações do Festival de Cinema Nacional da Globo, que ocorre esta semana. Para a surpresa da rede, o longa foi exibido de surpresa na terça-feira, pelo SBT. A TV de Silvio Santos não fez nenhuma chamada sobre o título e manteve até o momento da exibição sigilo sobre o filme que exibiria em seu Cine Espetacular. Nas chamadas dizia apenas que se tratava de um "filme especial". Durante a exibição do seriado Smallville, mensagens apareceram na tela anunciando que o filme seria Bufo & Spallanzani, que a Globo anunciara para quarta-feira. Durante a exibição de Avassaladoras, na terça-feira, a Globo retirou a chamada de Bufo & Spallanzani do ar assim que o filme começou no SBT, colocando em seu lugar a de Bicho de Sete Cabeças, que foi antecipado. O longa com Rodrigo Santoro iria ao ar hoje, mas foi exibido ontem. Por meio de um comunicado oficial, a Globo diz que se surpreendeu com a atitude da concorrência e que está entrando com uma ação na Justiça contra o SBT, pedindo uma indenização pelo ocorrido. A emissora alega que tem contrato garantindo os direitos de exibição exclusivos do longa até março de 2009. O SBT, por sua vez, também alega que possui os direitos de exibição de Bufo, pois o filme faz parte do pacote distribuído pela Warner no Brasil, ao qual a emissora tem livre acesso. A rede diz que também entrou com uma ação na Justiça, só que na semana passada, garantindo os direitos de exibição do longa.Em seu comunicado oficial, a Globo diz que adicionou um novo título ao Festival Nacional esta semana por conta do ocorrido. Exibirá hoje Crime Nobre, de Walter Lima Junior. Amanhã, o festival segue como o previsto, exibindo Bellini e a Esfinge, de Roberto Santucci Filho.

Agencia Estado,

06 de janeiro de 2005 | 10h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.