SBT estréia na segunda-feira o novo 'Aqui Agora'

Silvio Santos não quer que o novo Aqui Agora seja comparado aos policialescos vespertinos dos outros canais. Sob slogan ''Jornal completo. Jornal brasileiro'', a atração - que estréia na próxima segunda-feira, às 18 horas - traz a promessa do SBT de fazer um noticiário ''sem política reacionária'' e ''sem rancor'', segundo disse uma pessoa ligada à produção do noticiário, em uma alusão aos apresentadores da concorrência que abusam do grito e do sensacionalismo e fazem uma ''caricatura de mau gosto'' do que foi o Aqui Agora nos anos 1990.Com essa regra, a intenção do SBT é fazer com que o Aqui Agora brigue com a Globo pela audiência do horário e firme a emissora na vice-liderança, tirando pontos da novela das 6, Desejo Proibido, e do SPTV. Para o SBT, a meta não é impossível, uma vez que defende o programa como um ''jornal completo, com linguagem popular.''Para isso, a produção tomou cuidado para não fazer simplesmente um remake do antigo programa. O formato será o mesmo, mas com novidades como a maior interatividade - o público poderá participar da atração por e-mail e por telefone - e o alto número de repórteres e apresentadores. A atração contará ainda com uma pequena platéia.Não haverá bancada no noticiário. Os apresentadores Luiz Bacci, Herberth de Souza, Christina Rocha e Joyce Ribeiro vão ficar em pé e circular pelo cenário. Nas ruas, a equipe será composta por 14 repórteres exclusivos, entre eles Magdalena Bonfiglioli, Celso Russomanno, Sérgio Frias, João Leite Neto e Luiz Ceará. Dessa forma, o formato da atração é outro ponto de defesa do SBT para esquivar-se das inevitáveis comparações com os policialescos. Na produção, o que se escuta é a frase: "O Aqui Agora é um jornal de repórteres." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.