SBT É condenado a indenizar naturistas

Uma decisão da9.ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul condenou o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) a pagar 7 milsalários mínimos ? R$ 1,82 milhão ? a sete integrantes de um centro naturista do Rio Grande do Sul. Os nudistas se sentiramofendidos pela exibição de imagens suas no Programa do Ratinho acompanhadas de comentários como ?essa tá passada?,?gostosa?, ?integrante da cidade dos peladões?, entre outros, mais chulos, e processaram a emissora por danos morais. O julgamento foi suspenso em agosto do ano passado e retomado na sexta-feira, dia 17, quando chegou ao final com o voto dodesembargador Paulo Antônio Kretzmann. A rede de televisão pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça.O caso começou em 1999, quando os naturistas assinaram contrato em que permitiam a gravação das imagens para o SBTRepórter. Eles consideraram a exibição no programa original como ?respeitosa e não sensacionalista?, mas entenderam que umanova veiculação, no Programa do Ratinho, com considerações ultrajantes, foi ?uma deturpação?. Em sua defesa, o SBT alegouque que a exibição não foi jocosa e que utilizou as mesmas imagens nos dois programas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.