Saul Galvão, uma vida entre comida e vinhos

Saul Galvão é jornalista há 38 anos. Nasceu em Jaú, onde começou a gostar de cozinha e de vinhos e estudou até o secundário. Mudou-se para São Paulo, entrou na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, mas mudou de rumo e, em outubro de 1968, começou a trabalhar como repórter no jornal O Estado de S. Paulo. Depois de 12 anos no Estadão, Saul Galvão foi para o Jornal da Tarde, da mesma empresa, onde continua até hoje. Passou por praticamente todas as seções dos dois jornais antes de começar a escrever sobre gastronomia. Em 1978, era chefe de reportagem da editoria de Política e já escrevia eventuais matérias sobre vinhos no caderno Modo de Vida do JT, quando foi convidado pelo então editor-chefe Fernando Mitre, para fazer as críticas de restaurantes, substituindo Paulo Cotrim, o pioneiro no gênero. Depois disso, Saul, que já cozinhava um pouco, passou a estudar mais seriamente o assunto; fez cursos livres em Paris e passou por estágios nas cozinhas famosas de Roger Vergé, no Le Moulin de Mougins e de Troisgros, de Roanne, dois dos grandes restaurantes da França.Saul Galvão escreve sobre gastronomia no Guia São Paulo, do Estadão e continua escrevendo sobre restaurantes no Jornal da Tarde, no qual manteve durante vários anos uma coluna diária sobre cozinha e, eventualmente, vinhos e editou, durante um bom tempo uma página sobre gastronomia, Comer e Beber, com receitas e matérias sobre vinhos entre outras. As matérias na página Comer e Beber reeditadas e reescritas foram reunidas sob o mesmo título em seu primeiro livro, publicado pela Editora Atica, em 1987, atualmente esgotado após vender três edições. O livro reunia reportagens e receitas de alguns dos principais restaurantes de São Paulo. A fórmula foi usada mais uma vez no livro Os Prazeres da Mesa II, também da Ática, de 1995. Em 1988, o seu primeiro livro sobre o vinho, Tintos e Brancos, ainda pela Editora Ática e foi atualizado e reeditado em 2000 e que está na quinta edição.Dois anos depois, voltou ao vinho e à combinação com os pratos no livro A Cozinha e seus Vinhos. Receitas de pratos, que podem ser feitos em menos de uma hora e os vinhos que combinam com eles. O livro da Editora Senac está na segunda edição. Saul escreveu ainda, o capítulo do vinho brazileiro no Guida al Vini del Mondo 1995/1996, da Slow Food Edittore e foi um dos juízes de degustação do concurso mundial de sommeliers de 1992. Em 2000 escreveu o livro A Essência do Sabor - cozinhando com papel alumínio, com receitas nos quais os ingredientes são preparados envoltos nesse papel. Esse livro da editora DBD está em sua segunda edição. Atualmente, além de suas atividades no Jornal da Tarde, Saul Galvão escreve para a Vinho Magazine e outras revistas, faz palestras sobre vinhos e está na reta final de preparação de seu site sobre vinhos (saulgalvão.com.br).

Agencia Estado,

13 de janeiro de 2003 | 19h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.