Satyros comemora 15 anos com maratona artística

É teatro na veia. A partir de hoje, o grupo Os Satyros comemora 15 anos de estrada com uma maratona de 78 horas ininterruptas de atividades artísticas, chamada Satyrianas, Uma Saudação à Primavera. A programação traz saraus literários e poéticos, música, debates e a apresentação de 21 montagens teatrais. O público pagará "quanto puder" para assistir às peças, e a entrada para as demais atividades será gratuita. Hoje, às 21h30, a peça Transex, escrita e dirigida por Rodolfo García Vázquez, que trata da vida de transexuais da Praça Roosevelt, inaugura o ciclo de montagens. No domingo, às 18 horas, haverá uma homenagem ao ator e dramaturgo Gianfrancesco Guarnieri, autor de Eles não usam black-tie. Para os debates e saraus, estão confirmados o ator Jairo Mattos, os cineastas André Klotzel e Carlos Ebert, o poeta Glauco Mattoso e o músico Luiz Pinheiro, entre outros. O encerramento será no domingo às 23 horas. Essa "vigília cultural", segundo um de seus organizadores, o ator Ivam Cabral, "representa a renovação do teatro tendo a primavera como metáfora desse renascimento. Também é uma forma de protesto contra as enormes dificuldades de se fazer arte no Brasil", ressalta. O evento será transmitido ao vivo pela Rádio Livre Satyros (88,7 FM). Satyrianas, Uma Saudação à Primavera - Espaço dos Satyros, Praça Roosevelt, 214, tel. 3258 - 6345. Abertura dia 30, às 18 horas. Pague quanto puder. Até 03 de outubro

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.