Sartre e Giorgetti na TV paga

Há um novo enclave de programação realmente cultural na TV paga. É a TV Cultura e Arte, que não é outra coisa senão um horário alternativo, produzido pela Rede Cultura, que vai ao ar pela NBR. Você pode sintonizá-la na TVA. Hoje, há dois programas que dão o tom do que seja essa proposta de programação. Às 12 horas, passa o documentário Uma Outra Cidade e, às 22 horas, Sarte por Ele mesmo.O primeiro leva a assinatura de Ugo Giorgetti, o diretor de Festa, Sábado e Boleiros. Giorgetti, que acaba de concluir em São Paulo a rodagem de O Príncipe, é atraído pelo processo de transformação da cidade em que nasceu (e na qual sempre morou). Em vários documentários - sobre o Edifício Martinelli, a Praça da Sé -, ele mostrou o processo de degradação do centro de São Paulo.No programa de hoje da TV Cultura e Arte, ele mapeia a cidade por meio dos poetas que integraram a geração de 1960, entre eles Roberto Piva, Antônio Fernando De Franceschi, Rodrigo de Haro e Jorge Mautner. E há o segundo, cujo título não deixa margem a dúvida. Jean-Paul Sartre, o filósofo francês do engajamento (que aparece no documentário de Giorgetti, destaque-se), fala de viva voz, expõe suas idéias e discute de que maneira filosofia, política e vida podem andar unidas. É um filme co-dirigido por Alexandre Astruc e só isso já torna o programa atraente. Astruc foi um dos pioneiros da nouvelle vague. Criou o chamado cinéma stylo, um tipo de cinema autoral, no qual o artista usa a câmera como os escritores usavam, antigamente, a pena. Um filme de Astruc sobre Sartre é mais que uma curiosidade. É um programa imperdível.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.