São Paulo recebe gravuras raras de Miró

Seis gravuras de tiragem reduzida de Juan Miró ficarão em exposição até o dia 19 de março em São Paulo. A Galeria de Arte Portal (Rua Estados Unidos, 2.241) trouxe de Barcelona, da coleção dos herdeiros da Casa Gaspar, a série de trabalhos em papel. Todas as obras estarão à mostra em uma pequena sala da galeria e à venda a partir de amanhã, por US$ 15 mil cada uma .A maior parte das obras reúne técnicas mais tradicionais de gravura com o carborundum, uma técnica mais direta desenvolvida pelo gravador francês Herni Goetz. Por coincidência a galeria São Paulo, que fica na mesma rua, está mostrando trabalhos de Goetz e uma carta de Miró ao colega, em que o artista comenta e elogia o método inventado por Goetz e adotado por ele logo em seguida.Duas das mais conhecidas criações do pequeno recorte pertencem à série Barcelona, que consumiu o trabalho do pintor entre 1972 e 1973. Barcelona Branca, em água-forte, água-tinta e litografia, é a primeira visão do espectador. A galeria exibe a 22.º cópia de uma edição de 50 gravuras dessa obra, ao lado de Barcelona Preta, imagem sobre um fundo escuro como La Noche Tentacular, de 1969.A verdade é que todas as cópias apresentadas pela galeria pertencem às séries de gravuras de no máximo 75 imagens de tiragem. A Commedia dell´Arte mostrada na exposição corresponde também à 22ª cópia de uma série de 50. Em outras palavras, uma raridade que deveria estar em algum museu público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.