São Paulo Fashion Week abre temporada de moda no Brasil

Quarta-feira começa uma nova etapa na moda brasileira. A partir de agora o calendário oficial de lançamento das coleções passa a se chamar São Paulo Fashion Week e não mais MorumbiFashion Brasil ? embora seja muito difícil, ainda, falar da semana de moda sem se referir a ela como ?o Morumbi?. Com isso, a imagem da moda do País também passa a ser mais institucional e independente, uma vez que o evento não serve apenas à imagem de seu principal patrocinador.Serão 24 desfiles (20 de coleções femininas e 4 de masculinas) de lançamento do inverno 2001 durante seis dias no prédio da Fundação Bienal, no Parque do Ibirapuera. A ambientação e até os móveis são assinados pelo arquiteto Isay Weinfeld, autor de projetos incríveis como a nova megaloja Forum e a casa noturna Disco.Segundo o diretor artístico do evento, Paulo Borges, o objetivo é chegar a 55 desfiles até 2004. ?Hoje, por exemplo, só trabalhamos com modelos brasileiras, mas quando tivermos mais desfiles o Brasil passará a ser de fato rota obrigatória para os profissionais de moda, sejam modelos, jornalistas ou compradores?, diz Borges. A edição traz três novas marcas: as brasileiras Carlota Joaquina e Ronaldo Fraga e a argentina Trosman Churba.Além de 35 jornalistas estrangeiros convidados para cobrir o evento, esta temporada (que corresponderia à 10ª temporada de MorumbiFashion, que começou em julho de 96) terá pela primeira vez a presença de vários compradores internacionais de peso, de lojas como as americanas Sak?s, Henri Bendel e Language (hype de Nova York, comandada pela dupla de brasileiros Ana Abdul e Lipe Medeiros), as francesas Galeries Lafayettes e L?Eclaireur, a japonesa Advanced Cique e as chilenas Ripley e Falabella ? a maioria convidada pela SPFW. Tudo isso ancorado numa consultoria internacional do bureau Girault Totem, que representa, entre outros, os belgas Olivier Theyskens e Veronique Branquinho, e os brasileiros Icarius, Alexandre Herchcovitch e Reinaldo Lourenço na Europa e na Ásia.Estava prevista uma mesa redonda com os organizadores das semanas de moda de Nova York, Milão e Paris, mas os franceses Didier Grumbach (presidente da Federação de Moda) e Denise Dubois (relações públicas) cancelaram sua vinda alegando falta de tempo, uma vez que a SPFW se realiza no período entre os lançamentos de alta-costura, coleções masculinas e prêt-à-porter. Este projeto deve ser retomado em julho, quando as datas são mais favoráveis. Os números divulgados pelo evento são grandiosos. O público estimado é de 12 mil pessoas por dia. Dois mil e quinhentos profissionais estão envolvidos na organização. O custo total é de R$ 4 milhões. Ainda segundo os organizadores, a última temporada, realizada em julho passado, produziu 2,5mil páginas de jornais e revistas e quase 200 horas de TV (aberta e por assinatura), o que equivale a um total de R$ 140 milhões em mídia espontânea.Diante das evidências de que moda pode ser um grande negócio, a São Paulo Fashion Week se consolida, do ponto de vista do patrocinador, como importante instrumento de promoção e marketing. Graças a isso, empresas como DirectTV, Vicunha, Rhodia Ster, Riachuelo, Amni, Lycra DuPont, Renault e Lâncome dão o suporte necessário para a realização do evento. E a maioria estará promovendo uma ação especial dentro do prédio da Bienal.A Renault, seguindo uma estratégia internacional para se estabelecer como marca ?criadora de automóveis?, convidou seis estilistas a criar uma camiseta inspirada no modelo Twingo, que terá a modelo Mariana Weickert como garota-propaganda. A camiseta será distribuída a convidados vips e, futuramente, será comercializada em suas concessionárias.Além disso, a Renault patrocina o Guia Oficial da SPFW, que trará dicas e endereços úteis para quem acompanha a semana de moda: desde o show-room das grifes participantes até restaurantes e hotéis. O guia será vendido pelo mínimo de R$ 2 e a renda total será revertida para o Instituto Brasileiro de Combate ao Câncer. O IBCC também dá continuidade à sua campanha Câncer de Mama no Alvo da Moda com novos modelos de camisetas criados pelos 19 estilistas brasileiros participantes do SPFW. As peças vão ser leiloadas pela Internet. Os lances podem ser feitos no endereço www.saopaulofashionweek.com.br, que passa a ser o site oficial do evento.Já a Rhodia Ster pretende fazer uma intervenção estética politicamente correta na cidade. A partir da nova fibra de poliéster Alya Eco, que é produzida a partir da reciclagem das garrafas plásticas de refrigerantes e é 20% mais fina do que a fibra de algodão, dez estilistas desenvolveram um uniforme utilitário que pode vir a ser usado pela Prefeitura em serviços públicos. O público pode votar em seu modelo preferido através do site do evento.Chica Chica Boom Chic deve encher de satisfação os olhos estrangeiros ? e brasileiros também. Trata-se de uma exposição de fotos, trajes e objetos pessoais da musa Carmem Miranda (1909-1955), que ficou conhecida no mundo inteiro como a Pequena Notável e marcou uma era na Broadway com seu ?Miranda look?. Em seus bijoux e balagandãs, Carmem já usava cristais Swarovski, que patrocina a exposição visando a recuperar parte do acervo do Museu Carmem Miranda. A Swarovski está organizando também, para a abertura de seu Centro de Estilo na quinta-feira, a exposição ...E Carmen Vira Moda, onde seis estilistas vão interpretar o estilo que fez dessa portuguesa naturalizada brasileira um ícone da moda e do cinema.Além dos espaços organizados pelos patrocinadores, haverá uma filial do restaurante Ritz (desde sempre o preferido dos fashionistas), uma da livraria Toc na Cuca (idem) e uma do café Lavazza, além de uma mesa comunitária de 15 metros de comprimento para leitura e lanches rápidos.No dia 5, último do evento, chega Tyler Brülé, idealizador da revista Wallpaper. Promovido pela Arezzo, ele vai falar de seu inovador e bem-sucedido projeto editorial, que reúne design, moda, urbanismo e comportamento.Como a semana promete ser power para o mundo da moda, houve quem se preocupasse com um momento relax para os que acompanham diariamente o evento. Tanto a Tencel quanto a SantaConstância estarão oferecendo massagens a seus convidados. Não perca.

Agencia Estado,

29 de janeiro de 2001 | 23h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.