Sambistas da Unidos da Tijuca retornam ao Brasil

Quinze integrantes da escola de samba Unidos da Tijuca chegaram hoje de manhã ao Brasil depois de uma temporada de shows de três meses na Romênia. Durante o período em que estiveram na cidade de Constanta, que fica a 300 quilômetros da capital Bucareste, houve denúncias de que os sambistas foram vítimas de maus-tratos. Eles teriam passado fome, ficado hospedados em um hotel sem condições de higiene e não tiveram cláusulas do contrato cumpridas. De acordo com Joelina Cândida Alves Corrêa, do Conselho Estadual dos Direitos do Negro (Cedine), os integrantes da escola desembarcaram por volta de 5h30 no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, mas não quiseram comentar o assunto. O restante do grupo, formado por 30 integrantes, deve chegar amanhã ao Rio. Eles estavam na Romênia desde 17 de maio.

Agencia Estado,

21 de agosto de 2004 | 14h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.