SAMBACada frase, cada nota, tudo desse cara vale a pena

C. VERGUEIRO

O Estado de S.Paulo

10 de dezembro de 2011 | 03h13

CARLINHOS

INTERPRETA NELSON C. Biscoito Fino Preço: R$29

ÓTIMO

Quando parecia que seria fácil, ele invertia a frase, dava um nó no peito e deixava genial. Uma palavra, duas notas a mais, e vinha o clássico. Muito já foi dito sobre o centenário de Nelson Cavaquinho (foto), que cavaquinho mesmo só tocou na adolescência. Mas agora chega às lojas um álbum de Carlinhos Vergueiro daqueles que valem cada nota. Carlinhos não foi só às pérolas. Das menos sopradas, Notícia fala da mulher que se foi para os braços de um amigo que, em mãos mais perversas, se tornaria um desafeto. Com Nelson, não. "Vingança, meu amigo, eu não quero vingança. Os meus cabelos brancos me obrigam a perdoar uma criança." A desesperança que o tempo lhe trouxe aparece em Luz Negra, quando diz que "sempre só, eu vivo procurando alguém que sofra como eu também, e não consigo achar ninguém." Chico Buarque canta Nome Sagrado, uma prece às amadas. "O nome de mulher é tão sagrado. Mulher é nome pra ser respeitado... Minha mãe também tem nome de mulher, tenho que defender, eu choro quando vejo ela sofrer." Frases sobrepostas que parecem dividir os ouvidos: um segue a melodia, o outro a letra, e ninguém sabe dizer o que é mais genial. / JULIO MARIA

OUÇA TAMBÉM

PALAVRAS MALDITAS

Artista: Beth Carvalho

Álbum: Nosso Samba Tá Na Rua

Gravadora: EMI Preço: R$32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.