Saída de Alberico agita a Rede TV!

A RedeTV! sofreu ontem duas baixas. A maior delas foi a saída do superintendente de Jornalismo, Alberico Souza Cruz. Oficialmente, o motivo da saída de Alberico Souza Cruz foi término de seu acordo com a RedeTV!"Após vencimento do contrato de três anos do Superintendente de Jornalismo da RedeTV!, sr. Alberico de Souza Cruz, de comum acordo as partes optaram por não renová-lo", anunciou comunicado distribuído ontem pela assessoria de imprensa da emissora.Acompanhando o ex-chefe, o apresentador e comentarista esportivo, Jorge Kajuru, também anunciou ontem, no ar, sua saída da emissora, ao encerrar o programa A Hora do Kajuru, que apresenta ao lado de Juarez Soares, de segunda a sexta ao meio-dia. Kajuru também enviou comunicado à imprensa onde explica que só tem "agradecimentos a fazer à RedeTV!."Apesar de ter anunciado no ar sua saída da emissora, até ontem à noite Kajuru ainda não havia conversado com a cúpula da emissora sobre sua demissão. Segundo comenta-se, a saída de Kajuru teria sido provocada por uma pendência com a emissora sobre valores de salários, além do fato de que ele teria recebido proposta de trabalho da Rede Record.O próximo a deixar a emissora deve ser o comentarista esportivo Juarez Soares, que pretende candidatar-se a deputado federal. Soares deve entregar sua carta de demissão ainda no fim do mês para cuidar de sua campanha.Indefinida também está a situação do apresentador Juca Kfouri, que tem um programa na RedeTV! nas noites de segunda a sexta, além de participar da mesa- redonda Bola na Rede, transmitida aos domingos. No início da tarde de ontem, Juca Kfouri teria apresentado carta de demissão, mas à noite voltou a se reunir com a cúpula da emissora para decidir seu destino profissional.Nos bastidores, o comentário sobre o desligamento de Alberico Souza Cruz teria outra versão: a saída de José Luiz Datena, que voltou à Record, desmanchou o tripé sobre o qual Alberico Souza Cruz planejava remontar o núcleo de jornalismo, e que tinha como outros elementos Jorge Kajuru e Marcelo Rezende. Todos com salários acima dos R$ 100 mil mensais.Cada um dos três tinha - ou estava para ter - um programa voltado para a audiência de classes C e D, inspirado no modelo do ´Cidade Alerta´. O projeto vinha sendo desenvolvido por Lauro Diniz, auxiliar mais próximo de Alberico Souza Cruz , mas acabou parando na falta de recursos e no "estrelismo" dos apresentadores. A Kajuru, que há alguns meses recebeu proposta da Rede Record, foi oferecido um programa jornalístico.Datena fez o caminho de volta para a Record e Alberico Souza Cruz escalou Marcelo Rezende para o Repórter Cidadão. Resultado: ibope baixo, com picos de 3, bem menos do que o concorrente. O horário foi recuado, mas a audiência piorou, perdendo para atrações consideradas menos nobres como Note e Anote e um programa de fofocas comandado por Sonia Abrão no SBT.Com o ambiente carregado pela troca de acusações em torno da queda na audiência, Alberico Souza Cruz resolveu não renovar o contrato. Em carta de despedida de oito linhas, termina com um intrigante "...logo voltarei para fazer o que mais gosto: televisão".A declaração alimenta boatos de que o jornalista se juntaria a José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, com quem havia trabalhado anteriormente na Rede Globo. Desta vez, a nova casa de Alberico Souza Cruz seria o SBT. E o "logo" seria no primeiro trimestre do ano que vem, quando termina o contrato de Boni com a Globo, o que liberaria o executivo a assumir o comando da emissora de Silvio Santos. Levando Alberico Souza Cruz junto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.