Sai no Brasil primeiro livro de Cortázar

Os Reis é a primeira obra de Julio Cortázar. Antes ele havia escrito apenas, sob o pseudônimo de Julio Denis, o livro de sonetos Presença. Foi lançado em 1949, dois anos antes de Bestiário, livro de contos que causou grande repercussão no meio intelectual de sua época, principalmente por A Casa Tomada, história sintética do sentimento persecutório dos latino-americanos frente à tirania que se enraizou no continente na segunda metade do século passado. Os Reis é um misto de poema dramático e peça teatral, fusão de gêneros literários, característica marcante na obra do escritor argentino, morto em 1984. Na obra, o jovem Cortázar recria os mitos de Minos, Teseu, Ariadne e o Minotauro. Inédito no Brasil, o livro é fundamental para o entendimento do trabalho do escritor, que escreveu seu nome na história da literatura mundial com títulos como O Jogo da Amarelinha (1963), 62 Modelo para Armar (1968) e Livro de Manuel (1973). A edição é da Civilização Brasileira, o livro tem 60 páginas, e deve ser comercializado por R$ 15,00.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.