Sai livro inédito de Augusto Roa Bastos no Paraguai

Será lançado amanhã, em Assunção, um livro inédito do escritor paraguaio Augusto Roa Bastos, intitulado Pancha Garmendia y Elisa Lynch, no dia em que comemoraria mais um aniversário. A obra fala sobre duas mulheres que foram vinculadas sentimentalmente ao Marechal Francisco Solano López, herói paraguaio na batalha pelas tropas da coalizão de Argentina, Brasil e Uruguai durante a guerra da Tríplice Aliança (1865-70). A história se baseia em episódios que se estendem desde o Natal de 1855, ano em que chegou ao Paraguai a irlandesa Elisa Alicia Lynch, a quem López conheceu em uma viagem pela Europa; até a proximidade da morte do militar. Roa Bastos, que morreu no dia 26 de abril de 2005, nasceu em Assunção no dia 13 de junho de 1917. Foi ganhador do Prêmio Cervantes de Literatura em 1989, e entre suas obras mais reconhecidas e inclusive traduzidas para o português está Eu, o Supremo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.