Sai lista de indicados para o Prêmio Multicultural Estadão

A busca pelos novos caminhos da cultura, sem segmentações de setores artísticos ou profissionais já que as fronteiras e as interfaces culturais renovam-se constantemente no mundo contemporâneo - o Prêmio Multicultural Estadão continua com os mesmos objetivos que motivaram sua criação, há quatro anos, que são projetar e estimular os responsáveis por ações transformadoras na cultura brasileira.Novamente, intelectuais, artistas e fomentadores que colaboram para a ramificação da cultura disputam o prêmio que, em sua 5.ª edição, será entregue, neste ano, entre junho e julho no Sesc Pompéia, sede também de uma homenagem aos indicados pela terceira vez. Como já se tornou tradicional, levarão o troféu três criadores e um fomentador cultural, eleitos pelo voto direto de mais de 5 mil profissionais de todo o País.A lista dos indicados para o Prêmio 2001 apresenta o antropólogo Hermano Vianna, o médico oncologista e escritor Dráuzio Varella, a coreógrafa Lia Rodrigues, o escritor e crítico teatral Sábado Magaldi, o encenador Amir Haddad, o músico Tom Zé, a arquiteta urbanista Regina Meyer, o documentarista João Moreira Salles, os cineastas do movimento Árido Movie (Paulo Caldas, Lírio Ferreira e Marcelo Luna) e o escritor Milton Hatoum, que concorrem entre os criadores.Entre os fomentadores, estão o Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte (representado por Carlos Rocha), a ialorixá do terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, Mãe Stella de Oxóssi, o colecionador de arte Gilberto Chateaubriand e Tania Rösing, professora do curso de Letras da Universidade de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, principal organizadora das Jornadas Literárias. Além dos troféus, os três criadores escolhidos receberão R$ 30 mil cada um.Escolha - A seleção foi feita por nove intelectuais renomados, convidados por representarem diversas áreas da cultura nacional. A escolha foi acompanhada pelo editor do Caderno 2 do jornal O Estado de S.Paulo, Evaldo Mocarzel, também membro da curadoria, e pela consultora do prêmio, Helena Katz.Participaram da seleção o jornalista Daniel Piza, o filósofo Nelson Brissac Peixoto, o editor e crítico Jacob Guinsburg, o crítico cinematográfico José Carlos Avellar, a coordenadora de Turismo e Cultura do Estado do Rio, Helena Severo, o historiador Voltaire Schilling, o encenador Márcio Meirelles, a encenadora e atriz Izabela Brochado e o jornalista João Paulo Cunha.O processo de votação terá início em março, quando a organização do prêmio vai contatar o colégio eleitoral de mais de 5 mil profissionais de cultura que atuam nas diversas regiões do Brasil. A Articultura Comunicação, empresa responsável pelo planejamento e coordenação do prêmio, informa que a apuração dos votos deverá ser em maio.A contagem será realizada pela empresa de auditoria Arthur Andersen S.A., responsável pela apuração nos anos anteriores. O Prêmio Multicultural Estadão é parte integrante do Estadão Cultura, um programa contínuo de apoio ao desenvolvimento cultural brasileiro e que tem curadoria de Fernão Lara Mesquita, João Lara Mesquita, Júlio César Ferreira de Mesquita e Roberto Mesquita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.