Saem os indicados para prêmio de teatro infantil

O Prêmio Coca-Cola Femsa no Teatro, ex-Prêmio Panamco, anunciou os indicados da sua edição destinada aos melhores de 2003 em 13 categorias de teatro infanto-juvenil. A mudança no nome do prêmio se deu porque a empresa Panamco, distribuidora de Coca-Cola, foi comprada no ano passado pelo grupo mexicano Coca-Cola Femsa. Para chegar à lista final de indicados, os jurados que participaram da seleção - Beatriz Rosenberg, consultora da programação infantil da TV Cultura; Mônica Rodrigues Costa, editora da Folhinha e crítica de teatro infantil do jornal Folha de S.Paulo; e Dib Carneiro Neto, editor do Caderno 2 e crítico de teatro infantil do Estado - assistiram a 65 peças que estrearam rigorosamente na cidade de São Paulo no ano passado, no período de 1.º de janeiro a 15 de dezembro. Somente durante o primeiro semestre de 2003, o ator e diretor Ewerton de Castro também participou do júri. Um coquetel para anunciar os vencedores será realizado pela empresa no dia 20 - e só com a presença dos indicados. Confira a lista completa. Autor - Laerte e Paulo Rogério Lopes, por Piratas do Tietê - O Filme; Le Plat du Jour e Alexandre Roit, por Os 3 Porquinhos; Paulo Garfunkel, por Faz e Conta - Fábulas de Esopo Diretor - Alexandre Roit, por Os 3 Porquinhos; Claudia Schapira, por Acordei Que Sonhava; Vladimir Capella, por O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá Cenógrafo - Duda Arruk e José Silveira, por Guerra na Casa do João; J.C. Serroni e Telumi Helen, por Miranda; Luciana Bueno, por Piratas do Tietê - O Filme Figurinista - Claudia Schapira, por Acordei Que Sonhava; Kleber Montanheiro, por Marias do Brasil J.C. Serroni, por O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá Iluminação - Davi de Brito, por Miranda; Miló Martins, por Acordei Que Sonhava; Wagner Freire, por Piratas do Tietê - O Filme Música ou trilha sonora - Chico Cesar, por Marias do Brasil; Marcos Boaventura e Gustavo Bernardo, por Os 3 Porquinhos; Noizyman e Eugênio Lima, por Acordei Que Sonhava Melhor ator - Alexandre Roit, por Piratas do Tietê - O Filme; Caco Ciocler, por Miranda; Daniel Morozetti, por O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá Melhor atriz - Alexandra Golik e Carla Candioto, pelo conjunto de atuação em Os 3 Porquinhos; Amanda Acosta, por O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá; Ana Luiza Lacombe, por Faz e Conta - Fábulas de Esopo Revelação - Andréz Ghizze, por Guerra na Casa do João; Vinícius Loiola, por Viagem ao Faz de Conta Categoria Especial - Circo Teatro Musical Furunfunfum, pela técnica de contadores de histórias em A Terra dos Meninos Pelados; Grupo Bartolomeu de Depoimentos, pelo trabalho de pesquisa no espetáculo Acordei Que Sonhava; Leopoldo Pacheco, pela maquiagem de Enlouquecendo a Mamãe e Piratas do Tietê - O Filme Produção - Cintia Abravanel, por O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá; Débora Dubois, Márcio Macena e Toni Brandão, por Guerra na Casa do João; Grupo Movimento Ar e Espaço Cenográfico, por Miranda Espetáculo infantil - Faz e Conta - Fábulas de Esopo; O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá e Os 3 Porquinhos Espetáculo jovem - Acordei Que Sonhava; Miranda e Piratas do Tietê - O Filme

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.