Saem os finalistas do Prêmio Panamco

A superprodução Os Saltimbancos, com direção de Gabriel Villela, que ficou em cartaz no ano passado em São Paulo, sempre com casa lotada no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), é o campeão de indicações do Prêmio Panamco no Teatro. Vai concorrer em oito categorias, acompanhado de perto pelo espetáculo Suburbia, com sete indicações, mais voltado para o público adolescente.A premiação, com patrocínio da Panamco Brasil, maior fabricante nacional de produtos Coca-Cola, é a única da cidade voltada exclusivamente para o teatro infanto-juvenil. A entrega do prêmio será no dia 30 de abril, mas ainda não foi definido o local da festa. O vencedor em cada uma das 13 categorias vai levar um troféu criado por Gustavo Rosa e R$ 4.000,00.O júri é composto pelas jornalistas Denise Gustavsen e Mônica Rodrigues Costa, pelo ator Ewerton de Castro e por Bia Rosemberg, diretora de programação infantil da TV Cultura. Para concorrer ao prêmio, os espetáculos tiveram de ficar em cartaz por dois meses ou realizar 16 apresentações na cidade. Confira abaixo a lista completa dos finalistas. Melhor espetáculo infantil: À La Carte, Chapeuzinho Vermelho e Os Saltimbancos Melhor espetáculo jovem: A Arrombada, Nostalgia e Suburbia Autor: Felipe Hirsch (Nostalgia) e Simoni Boer (A Ilha de Ouro) Diretor: Francisco Medeiros (Suburbia), Gabriel Villela (Os Saltimbancos) e Gustavo Kurlat (A Ilha de Ouro) Ator: Eduardo Silva (Os Saltimbancos), Fernando Sampaio (À La Carte) e Luciano Gatti (Suburbia) Atriz: Alexandra Golik (Chapeuzinho Vermelho), Carla Candiotto (Chapeuzinho) e Cláudia Valle (Os Saltimbancos) Cenógrafo: Daniela Thomas e André Cortez (Nostalgia), Fernando Anhê (A Mão) e J.C. Serroni (Os Saltimbancos) Figurino: Gabriel Villela e Leopoldo Pacheco (Os Saltimbancos), Kleber Montanheiro (Chapeuzinho Vermelho) e Marco Antonio Lima (A Arrombada) Iluminador: Beto Bruel (Nostalgia), Mirella Brandi (A Ilha de Ouro) e Wagner Freire (Suburbia) Música/trilha: Hélio Ziskind (Lá Vem Pipoca), Jamil Maluf e Fernando Anhê (A Mão) e Zero Freitas e Márcio Ribeiro (Suburbia) Revelação: André Custódio (ator no espetáculo Suburbia), Cia. Delas (pelo espetáculo Quase de Verdade) e Silvana Marcondes (cenografia de A Ilha de Ouro) Categoria especial: Babaya (direção musical, coordenação geral e preparação vocal de Os Saltimbancos), Fernando Anhê (criação de bonecos e objetos animados de A Mão) e Teatro Popular do Sesi (pelo apoio ao teatro jovem) Produção: Granabe Produções, Beto Magnani e Rosana Seligmann (Suburbia), Imago Cia. de Animação (A Mão) e Teatro Brasileiro de Comédia (Os Saltimbancos).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.