Saem hoje vencedores de prêmio do teatro infanto-juvenil

Será realizada hoje, às 20h, a 17ª edição do Prêmio Femsa de Teatro Infantil e Jovem. Os 38 espetáculos finalistas concorrem em dezessete categorias: melhor autor de texto original, autor de texto adaptado, direção, cenografia, figurino, iluminação, música original, trilha sonora, ator e atriz principal, ator e atriz coadjuvante, revelação, produção, categoria especial, espetáculo infantil e espetáculo jovem. Única premiação da América Latina voltada exclusivamente para o teatro infanto-juvenil, o evento prestigia os melhores espetáculos de 2009.

AE, Agência Estado

10 de maio de 2010 | 09h02

Para Andrea Souza Lima, chefe de responsabilidade social da Femsa, o teatro infantil e jovem tem ocupado um espaço mais relevantes nos palcos. "O objetivo do prêmio é incentivar as novas produções. O teatro infantil sempre existiu, mas agora estão surgindo novos textos e temas", diz Andrea. "Hoje, as crianças cobram mais informação. Ainda em menor número, as produções para o público adolescente também estão preenchendo um lugar que antes não existia", completa.

As montagens de "Buuu!! A Casa do Bichão", do grupo As Meninas do Conto, "A Odisseia de Arlequino", da Companhia da Revista, e "Filhotes da Amazônia", Cia Pia Fraus, concorrem na categoria de melhor espetáculo infantil. Já as produções "O Colecionador de Crepúsculos", de Vladimir Capella, "O Mistério do Fundo do Pote", do grupo Teatro Ventoforte, e "A Tragédia de Romeu e Julieta", de Marcelo Lazzaratto, disputam o prêmio de texto jovem. As peças ganhadoras dessas duas categorias levarão um prêmio no valor de R$ 10 mil cada. Para as demais premiações, o valor é de R$ 5 mil.

Andrea destaca que muitos grupos acabam investindo o valor ganho em novas produções. "O recebimento do troféu e do dinheiro funcionam como um incentivo para que eles continuem acreditando no trabalho. Nossa ideia é que isso sirva para que novos espetáculos sejam produzidos", diz.

O júri do evento é composto por Dib Carneiro Neto, Bia Rosenberg, Marcelo Ventura e Gabriela Romeu. Uma das novidades na edição deste ano é a participação de Ângelo Brandini, que atuará como roteirista e diretor. As informações são do Jornal da Tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
teatroinfantilFemsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.