Ruy Guerra retoma saga de Os Fuzis

José

O Estado de S.Paulo

02 de março de 2013 | 02h09

13h45 NA BAND

(Joseph). EUA/Alemanha/Itália, 1995. Direção de Roger Young, com Ben Kingsley, Martin Landau.

O relato bíblico de José e seus irmãos inspirou um livro famoso de Thomas Mann. José é o preferido do pai, Jacó, e isso provoca o ciúme dos irmãos, que o vendem como escravo no Egito. O diretor Young especializou-se em telefilmes tirados da Bíblia. Trabalha com boas produções, elencos de prestígio, mas de alguma forma edulcora suas narrativas, tornando-as anódinas. Reprise, colorido, 178 min.

Bam

16H NA CULTURA

Finlândia/Estônia, 2008. Direção de Jouni Hiltunen.

Nos anos 1970, o então dirigente soviético Leonid Brezhnev conseguiu cooptar milhares de jovens para um projeto grandioso: a construção de uma grande ferrovia na Sibéria. Com a mudança de regime, os heróis do comunismo tornaram-se traidores na nova Rússia capitalista. O documentário da Cultura tenta dar conta das transformações da História (com maiúscula), por meio desses personagens anônimos. Reprise, colorido e preto e branco, 51 min.

Viva a Baba Morreu

16H NA REDE BRASIL

(Don't Tell Mom the Babysitter's Dead). EUA, 1991. Direção de Stephen Herek, com Christina Applegate, Joanna Cassidy, John Getz.

Quando mamãe viaja para a Austrália e deixa as crianças aos cuidados de uma babá, o que elas fazem é tentar se livrar da influência da dita senhora. Seu desejo realiza-se, a babá morre e... O tom é de comédia, mas o filme não tem muita graça. Reprise, colorido, 100 min.

O Dia da Destruição

22H10 NA BAND

(Locusts - Day of Destruction). EUA, 2005. Direção de David Jackson, com Lucy Lawless, John Heard.

A praga bíblica dos gafanhotos vira real quando pesquisador cria inseto com poderes especiais. Sua chefa manda que ele destrua as criaturas, mas quem disse que isso é fácil? Disaster movie com alguns nomes conhecidos no elenco, mas isso não chega a ser uma credencial. Reprise, colorido, 85 min.

Zoando na Escola

22H15 NO SBT

(How to Eat Fried Worms). EUA, 2006. Direção de Bob Dolman, com Luke Benward, Hallie Kate Eisenberg.

O pequeno enfrenta desafio proposto pelo valentão da escola. E ele vai ter de comer dez minhocas. De novo, o tom é de comédia, mas o cardápio é nojento e o heroi vai ter de dar um jeito de se safar. Reprise, colorido, 98 min.

A Queda

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 1976. Direção de Ruy Guerra e Nelson Xavier, com Nelson Xavier, Lima Duarte, Isabel Ribeiro.

Mais de dez anos depois de Os Fuzis, seu clássico do Cinema Novo - de 1964 -, o diretor Guerra reencontra os personagens do outro filme, agora convertidos em operários da construção civil, na cidade grande. As cenas iniciais são impactantes - mostram a implosão de um prédio e pessoas abandonadas na metrópole. A ideia é clara: o mundo entrou em colapso e não tem mais espaço para o mundo. Nessa nova ordem, melhor seria dizer desordem, como os soldados do filme anterior vão se posicionar? Guerra fez grandes filmes. Este é dos maiores. Reprise, colorido, 110 min.

Braddock 3 - O Resgate

23H NA REDE BRASIL

(Braddock: Missing in Action 3). EUA, 1988. Direção de Aaron Norris, com Chuck Norris , Roland Harrah.

No terceiro filme da série, o Coronel Braddock, Chuck Norris, descobre que tem um filho no Vietnã. E, claro, ele volta ao Sudeste Asiático para tentar resgatá-lo. Norris faz o que sabe - bate e arrebenta, com aquele golpe, o coice de mula. A chacina completa-se quando ele pega em armas e dispara para todos os lados. Reprise, colorido, 100 min.

Feminices

23H15 NA CULTURA

Brasil, 2004. Direção de Domingos de Oliveira, com Priscila Rozenbam, Cacá Mourtlé, Clarice Niskier.

O longa de Domingos de Oliveira acompanha quatro atrizes na faixa dos 40 anos, com base numa peça de Clarice Niskier (que faz um dos papéis). Pode não ser para todos os gostos, mas quem aprecia o autor, com sua economia de produção e o trabalho criativo com o elenco, vai se sentir recompensado. Reprise, colorido, 72 min.

O Especialista

23H45 NO SBT

(The Specialist). EUA, 1994. Direção de Luis Llosa, com Sylvester Stallone, Sharon Stone, James Woods.

Sharon Stone contrata especialista em bombas para se vingar dos criminosos que mataram seus pais. Um filme literalmente explosivo e com uma cena de sexo que deu o que falar. Stallone encontra a estrela de Instinto Selvagem - o sexo é pura coreografia, mas é engraçado ver o contorcionismo dos dois. Reprise, colorido, 110 min.

Querido John

23H45 NA GLOBO

(Dear John). EUA, 2010. Direção de Lasse Hallstrom, com Channing Tatum, Amanda Seyfried, Henry Thomas, David Andrews, Richard Jenkins.

O sueco Hallstrom goza de certa reputação em Hollywood porque insiste em contar histórias humanas numa indústria que prefere os efeitos. Channing Tatum faz John, o soldado que se envolve com Amanda Seyfried. Parecem nascidos um para o outro, mas a relação é complicada e toma rumos inesperados. E ainda tem o pai doente (e que coleciona moedas). Baseado num romance de Nicholas Sparks, o filme tem belas cenas - e uma atuação intensa de Richard Jenkins. Inédito, cor, 108 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.