Rússia prende 'colecionador' com 29 corpos

A polícia russa prendeu um homem descrito pela mídia local como "colecionador do cemitério" por desenterrar 29 corpos e vesti-los com roupas femininas para expô-los em seu flat.

REUTERS

08 de novembro de 2011 | 14h43

Imagens de vídeo feitas pela polícia do apartamento do homem mostrou o que pareciam ser várias bonecas em tamanho real sem rostos, algumas delas com perucas loiras.

"Durante uma busca no flat e na garagem dele, 28 bonecas de tamanho real em roupas de pessoas enterradas foram encontradas", disse na terça-feira um porta-voz da polícia em Nizhny Novgorod, 400 quilômetros a leste de Moscou.

"Tive garantias de que ele usou corpos humanos mumificados dos túmulos para fazê-las (as bonecas)."

A polícia descreveu o homem, que foi preso após a violação dos túmulos na área, como um historiador local e especialista no estudo de nomes de lugares.

A mídia citou amigos dizendo que nunca haviam visto as bonecas.

(Reportagem de Guy Faulconbridge)

Tudo o que sabemos sobre:
ODDRUSSIACORPOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.