Rumos Itaú abre edital para dança, cinema e vídeo

Em nove anos de projeto, foram cerca de 10 mil inscritos, 800 selecionados, mais de um milhão de pessoas atingidas pelo Rumos Itaú Cultural. Esses números superlativos vão ganhar reforços a partir de hoje com a abertura da temporada 2006 -2007, que neste ano contempla as áreas de Cinema e Vídeo e Dança. As inscrições estão abertas de hoje até 12 e 31 de maio respectivamente, exclusivamente pelo site do Itaú Cultural (confira em Veja também). "Esta terceira edição do Rumos Dança pretende cumprir o que prometeu, ou seja, apontar os rumos da dança e da arte no Brasil", declara a coordenadora do Rumos Dança, Sônia Sobral. O coordenador do Rumos Cinema e Vídeo, que está em sua quinta edição, Roberto Cruz, concorda. "Fomos o primeiro instituto, em 1998, a apoiar o documentário em um momento que o cinema brasileiro ensaiava sua retomada, recebíamos muitos projetos", conta Cruz. Na categoria haverá uma seleção inicial, seguida de uma série de seminários e, finalmente, os documentários selecionados serão contemplados com R$ 100 mil. "Além da produção de obras coreográficas, que neste ano deve dar mais espaço para grupos e não só solos e duplas, destaco o incentivo à Videodança. Propomos uma produção de coreografias feitas especialmente para a câmera e não um mero registro de espetáculo ou performance", explica Sônia. "Mais que um evento pontual, o Rumos é um espaço articulador entre os produtores e artistas. Nosso projeto não é pontual, mas um processo completo", acrescenta Eduardo Saron, superintendente do Itaú Cultural. Para comemorar o lançamento deste novo edital, o instituto preparou edições especiais do Jogo de Idéias, programa de entrevistas em formato televisivo, que vai receber o documentarista Eduardo Coutinho, que já foi contemplado em 1998 com o documentário Santo Forte, na quarta, dia 15, representando o Rumos Cinema e Vídeo. No dia 16, é a vez do Rumos Dança, com a performer Marilena Ansaldi. No dia 17, os bailarinos e coreógrafos Luiz de Abreu e Mariana Muniz. Os dois, já premiados em edições anteriores do projeto, apresentam nos dias 18 e 19 os espetáculos com os quais foram selecionados, respectivamente, O Samba do Crioulo Doido e Túfuns. Os encontros ocorrem na sede do Instituto Itaú Cultural (Av. Paulista, 149. tel. 2168-1776), sempre a partir das 19h30. Além de São Paulo, várias cidades do País ganham ciclos de palestras de dança e cinema e vídeo durante o semestre. A programação de dança começa em março, em Vitória, e termina em Belém, em 1.º de abril. As atrações de cinema e vídeo começam no dia 6 de março, em Manaus, e terminam em 3 de maio, em Brasília. "Desta vez, vamos realizar seminários fora das cidades que já têm tradição em produção e pesquisa sobre dança muito sedimentadas. Procuramos levar para cidades médias estas discussões que têm algo a acrescentar", explica Sônia. O Rumos 2006/2007 ganha reforço em julho, quando será lançado o programa para Arte e Tecnologia, simultaneamente com a abertura da mostra bienal internacional Emoção Art.ficial. Para 2007, quando o Itaú Cultural completa 20 anos e o programa Rumos comemora 10, várias ações especiais estão sendo planejadas. "É um programa que, além da formação cultural, investe na divulgação, com apresentações, mostras, rádio, livro e TV", completa Saron.

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2006 | 14h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.