Roubados dois quadros de Van Gogh em Amsterdã

Dois quadros de Vincent Van Gogh foram roubados do museu que tem o nome do artista, em Amsterdã, na madrugada de hoje, por ladrões que entraram no edifício pelo teto, segundo informou a polícia holandesa. O roubo só foi descoberto de manhã, antes da abertura das portas do museu para o público.Um porta-voz do museu contou que as obras são Igreja Protestante de Neunen, de 1884, e Vista da Praia de Scheveningen com Tempestade, de 1882. "Ocorreu um roubo, por uma ou mais pessoas que entraram pelo teto", disse o porta-voz Evelin Lafaille, pouco depois das 8 horas da manhã. "Ainda estamos investigando a cena do crime." As duas peças roubadas foram facilmente transportadas, supõe a polícia, porque são de pequeno tamanho: a primeira tem 41 por 32 centímetros e Vista mede 34 por 51 centímetros. O museu não informou o valor das obras, pintadas durante o período denominado "holandês" da trajetória artística do grande mestre, antes que Van Gogh chegasse a Paris para depois se mudar ao sul da França. A mais impressionante tentativa de roubo de obras de Van Gogh ocorreu em abril de 1991, quando foram levadas 20 telas do artista, recuperadas pouco mais de meia hora depois do assalto. O Museu Van Gogh é uma das principais atrações turísticas de Amsterdã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.