Roubadas milhares de cópias do novo "Harry Potter"

Quase oito mil cópias do novo livro de Harry Potter foram roubadas de um depósito no norte da Inglaterra, a três dias de seu lançamento mundial. Os livros estavam dentro de um caminhão estacionado em um armazém em Newtown-le-Willows, de onde seriam distribuídos às livrarias. Segundo a polícia informou hoje, o roubo aconteceu no domingo. O caminhão foi achado ontem, a menos de 30 quilômetros do depósito, mas não sua preciosa carga: 7.680 mil livros, um total de US$ 220 mil.Harry Potter e a Ordem de Fênix é a quinta aventura do bruxinho aprendiz. Previsto originalmente para sair em 2001, a obra de J.K. Rowling tem sido longamente aguardada pelos fãs. Tanta expectativa fez do livro um best-seller muito antes de seu lançamento: a Amazon já recebeu mais de 1 milhão de encomendas.A própria autora já havia se valido do fascínio de seu personagem para leiloar, em eventos beneficentes, pistas do novo livro. Também foram objeto de leilão exemplares autografados por ela - que, embora arrematados, ficaram sob embargo até o lançamento mundial da obra.Do outro lado da moeda, não falta quem tente se valer da disposição dos fãs. No início do mês, o inglês Donald Parfitt, de 44 anos, havia furtado páginas de Harry Potter e a Ordem de Fênix e oferecido ao tablóide The Sun por US$ 40 mil. Foi descoberto, detido e condenado a 180 horas de serviço comunitário. A polícia britânica avisa que, da mesma forma, quem for encontrado com cópias da nova aventura de Harry Potter, antes de sábado, vai enfrentar as conseqüências legais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.