Roqueiro Pete Doherty é expulso de reabilitação na Tailândia

O roqueiro Pete Doherty, ex-vocalista das bandas britânicas Libertines e Babyshambles, foi expulso de uma clínica de reabilitação na Tailândia, que considerou que ele "não está preparado para parar de usar" álcool e drogas.

Reuters

20 Julho 2012 | 10h51

"Pete foi dispensado hoje por razões terapêuticas", disse Alastair Mordey, diretor da clínica The Cabin, na cidade de Chiang Mai, em nota divulgada na quarta-feira.

"Quando alguém não está preparado para parar de usar, é importante manter a integridade do programa de tratamento para os outros clientes que têm uma boa chance de se recuperar", disse Mordey, acrescentando que a saída de Doherty foi "amigável".

O músico, de 33 anos, tem sido presença constante nos tabloides britânicos nos últimos anos por causa da sua carreira artística, mas também por sua relação com a modelo Kate Moss e por sua amizade com Amy Winehouse, que morreu no ano passado, aos 27 anos, após um longo histórico de abuso do álcool e das drogas.

(Reportagem de Bob Tourtellotte)

Mais conteúdo sobre:
GENTE DOHERTY REHAB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.