Romancista Tristan Egolf cometeu suicídio

O romancista Tristan Egolf, autor de Lord of the Barnyard, livro com que entrou nos círculos literários americanos como um dos jovens escritores mais promissores, cometeu suicídio, informaram no sábado as autoridades. Egolf atirou em si mesmo dia 7 de maio em seu apartamento de Lancaster (Pensilvânia), de acordo com o juiz de instrução Gary Kirchner, que confirmou hoje que foi um suicídio. O escritor mostrara sinais de depressão durante um ano e meio, segundo seus familiares. Egolf, de 33 anos, escreveu cinco romances, com os que ganhou elogios dos críticos mais exigentes. A obra mais famosa de Egolf, Lord of the Barnyard, narra as aventuras de um menino no campo no Kentucky. Esse romance, louvado por sua linguagem, foi rejeitada por 70 editoras antes de sua publicação pela Grove/Atlantic.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.