Angel Díaz/ EFE
Angel Díaz/ EFE

Romancista Ana Maria Matute recebe Prêmio Cervantes das mãos do rei

Premiação literária mais importate da Espanha contemplou escritora de 85 anos

EFE,

27 Abril 2011 | 14h35

MADRID - A escritora Ana Maria Matute recebeu nesta quarta-feira das mãos do rei Juan Carlos o Prêmio Cervantes, máximo da literatura espanhola, em uma cerimônia na universidade de Alcalá de Henares.

 

O rei Juan Carlos entregou a distinção à escritora, em meio à ovação dos presentes

 

Ao ato de entrega do prêmio, presidido pelos reis, assistem entre outras personalidades, o presidente do espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, acompanhado por sua esposa, Sonsoles Espinosa; a ministra de Cultura, Ángeles González-Sinde; a diretora do Instituto Cervantes, Carmen Caffarel, e a da Biblioteca Nacional, Glòria Pérez-Salmerón.

 

Matute, de 85 anos, se tornou nesta quarta-feira, 27, a terceira mulher a receber a honraria, que até agora havia sido concedido à ensaísta María Zambrano (1988) e a poeta Dulce María Loynaz (1992). Ana Maria Matute  ganhou em o prêmio em novembro, após vários anos como finalista.

 

A entrega do Prêmio Cervantes, de 125 mil euros, constitui o ato central do Dia Internacional do Livro, data em que se lembra a morte de Miguel de Cervantes, em 23 de abril de 1616,  que, por coincidir este ano com o Sábado de Aleluia, se transferiu para hoje.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.