Rocky Horror, sucesso entre jovens

Scooby-Doo: Cadê a Minha Múmia?

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2010 | 00h00

15H15 NO SBT

(Where"s My Mummy?). EUA, 2005. Direção de Joe Sichta.

A arqueóloga Velma vai ao Egito em busca da tumba da Esfinge e descobre a múmia de Cleópatra. Scooby-Doo entra em cena para resolver a parada, com o restante da turma (Fred, Salsicha, etc.). Animação meio sem graça, que perde muito para os desenhos tradicionais de TV, ainda imbatíveis especialmente os que mantêm a dublagem original, impagável. Também os filmes de live action que Raja Gosnell dirigiu com o famoso cachorro são melhores. Reprise, colorido, 74 min.

Sabrina Vai a Roma

15H45 NA GLOBO

(Sabrina Goes to Rome). EUA, 1998. Direção de Tibor Takacs, com Melissa Joan Hart, Eddie Mills, Tara Charendoff, James Fields, Erik Alexander, Evelyn Furtak.

Em Roma, Sabrina fica fascinada com os monumentos da cidade, verdadeiro museu aberto. Assim, ela retoma sua função de feiticeira e apronta diversas situações. O objetivo é provocar risadas, mas não esteja certo disso. O filme faz parte de uma série em que não se salva quase nenhum. Reprise, colorido, 100 min.

Intercine

2 H NA GLOBO

A emissora exibe o preferido do público entre Amor em Disputa, de Jonathan Parker, com Noah Wyle, Cloris Leachman, sobre um jovem empresário bem-sucedido que entra em conflito com sua irmã ambientalista por causa de um projeto imobiliário. Para piorar o problema, surge uma cantora que acaba se envolvendo no conflito e tem de escolher entre seus ideais e suas emoções ao se apaixonar pelo rapaz; e Sonhando com Búfalos, de David Jackson, com Reiley McClendon, Simon R. Baker, George Newbern, sobre um menino recém-chegado ao Novo México que começa a trabalhar em uma reserva de búfalos para ganhar dinheiro e montar a sua bicicleta. Lá, além de quebrar barreiras culturais para fazer amizade com os moradores da reserva, terá de enfrentar o arruaceiro local em uma competição de mountain bike.

Amanhã

A Globo exibe amanhã, no Intercine, o preferido do público entre Colcha de Retalhos, de Jocelyn Moorhouse, com Winona Ryder, Ellen Burstyn, Anne Bancroft, Kate Capshaw, sobre uma jovem muito indecisa a respeito do que deseja da própria vida. Buscando encontrar uma inspiração, decide ir para a casa da avó, em uma pequena cidade do norte da Califórnia, onde passou sua infância e adolescência. Lá, ao lado de amigos e da família, ela convive com mulheres que lhe contam histórias de amor e sofrimento (EUA, 1995, fone 0800-70-9011); e Louca Obsessão, de Ron Senkowski, com Rebecca Demornay, Michael Rooker, sobre uma mulher que vive sozinha no campo, sempre na expectativa da chegada de seu misterioso marido. Quando estão juntos, eles vivem uma intensa paixão, mas ela tem certeza de que é traída e está sempre armando planos para vingar-se dele. A situação ganha novos contornos quando um estranho homem muda-se para uma casa perto da do casal, tornando-se confidente da mulher (EUA, 1998, fone 0800-70-9012).

TV PAGA

Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet

17h10 NO HBO2

(Sweeney Todd). EUA/Reino Unido, 2007. Direção de Tim Burton, com Johnny Depp, Helena Bonham-Carter.

Foram quase dez anos de espera até o cineasta Tim Burton realizar sua versão do musical Sweeney Todd, peça mundialmente famosa de Stephen Sondheim. Também foi um projeto arriscado, porque se trata de um musical sombrio e sangrento. Pode-se até dizer - depressivo. Afinal, trata-se da história do barbeiro injustamente preso, deixando abandonadas mulher e filha. Quando finalmente consegue deixar a prisão, descobre que a mulher enlouqueceu e a filha, já adolescente, vive sob a guarda do homem que destruiu seu casamento e agora quer se casar com a menina. A vingança é macabra: ele monta uma barbearia que, na verdade, encobre um esquema em que o freguês é morto e transformado em carne moída para os deliciosos pastéis feitos na padaria localizada no piso debaixo. Mais que um filme com outra figura bizarra, Burton consegue o equilíbrio perfeito entre uma história triste e seu perfeito narrador. Reprise, colorido, 116 min.

The Rocky Horror Picture Show

20H10 NO TELECINE CULT

(The Rocky Horror Picture Show). EUA/Inglaterra, 1975. Direção de Jim Sharman, com Tim Curry, Susan Sarandon.

Um dos filmes mais cultuados dos anos 1970 é uma comédia musical trash - foi adotado pela garotada, que se transformou em um show à parte: além de decorar as falas dos personagens e repeti-las no mesmo instante, a plateia vestia-se da mesma forma que os atores. A história, na verdade, pouco importava - dois jovens noivos refugiam-se de uma tempestade em uma velha casa proibida, onde se esconde um grupo vindo de outro planeta. O grande destaque é a interpretação de Tim Curry, como o dono frenético da mansão, e de uma jovem iniciante, chamada Susan Sarandon. Hoje, já sem tanta euforia, o filme ainda resiste como uma boa diversão multicolorida. Reprise, colorido, 100 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.