Rocco, a mais nova estrela do clã Pitanga

Não existe árvore genealógica mais frutífera na dramaturgia nacional. Acaba de despencar da "pitangueira" mais um talento para o público desfrutar. Rocco Pitanga, filho de Antônio e irmão de Camila, está em cartaz nos cinemas como o personagem PQD em Seja O Que Deus Quiser (de Murilo Salles) e vai estar na telinha global em A Cor do Pecado - a próxima novela das sete, no ar a partir de novembro.Os holofotes da mídia se voltam para ele no momento de igual importância para seu pai e sua irmã. Enquanto Camila desfila na telinha na última semana de Mulheres Apaixonadas (como a médica Luciana, que vai acabar nos braços de Diogo, personagem de Rodrigo Santoro), Antônio se prepara para ocupar o mesmo horário com a aguardada Celebridade - a próxima novela das oito, de Gilberto Braga, que estréia na segunda 13.Protagonista no primeiro longa-metragem de seu currículo, Rocco, de 23 anos, dribla com categoria as armadilhas de seu personagem - um músico carioca, morador do Morro do Alemão, suspeito de um crime que não cometeu - e consegue escapar dos clichês com uma interpretação autêntica. "Fui chamado para os testes e fiz uns dois ou três. No terceiro, conheci o Murilo e ele me deu o papel", lembra o ator. "Cinema não era um objetivo, mas sempre me encheu os olhos. É do caramba se ver naquele telão."Apesar de transbordar convicção no prazer de atuar, Rocco diz que a idéia inicial era negar a vocação familiar. "Eu queria ser médico e tanto meu pai como minha irmã apoiaram minha decisão", diz. "Mas a vontade ser ator falou mais alto e eu mudei de direção no meio do caminho. A Camila e o meu pai são dois pontos de referência e quanto mais eu vejo coisas legais dois dois, mais aumenta minha empolgação. Representar a família é uma responsabilidade que me acrescenta."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.