Roberto Avallone deixa o "Mesa Redonda"

O torcedor paulista acostumado às mesas-redondas nas noites de domingo sentirá falta de um personagem que ganhou fama na TV e agitou o horário com seu jeito polêmico, extrovertido e até folclórico. O jornalista Roberto Avallone, apresentador do Mesa Redonda da TV Gazeta desde março de 1985 até o último domingo, deixou a emissora na tarde de anteontem, após desentendimento com a direção da Fundação Cásper Líbero. "Saí porque ousei criticar a política da direção, que é muito mais voltada para a parte administrativa do que para a parte artística." De acordo com Avallone, está faltando atenção à programação e à divulgação das atrações. "Por isso, a audiência caiu bastante", comentou. "Falei tudo isso para a direção e acabei sendo desligado."Em comunicado oficial, a superintendência da emissora informou que o apresentador saiu por "razões administrativas internas" e avisou que, em breve, anunciará o nome do substituto. Por enquanto, Chico Lang comanda, interinamente, o programa que detém os maiores índices de audiência da TV Gazeta. Em seu último Mesa-Redonda, Avallone discutiu, no ar, com o jornalista Fernando Solera. Não acha, porém, que o episódio possa ter influenciado na decisão da Gazeta, embora pessoas ligadas à direção digam que o incidente foi o estopim de sua saída.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.