Roberta e Hargrove apresentam o velho jazz em SP

Após cancelar sua apresentação no País, no ano passado por ordens médicas, a cantora italiana Roberta Gambarini e o trompetista Roy Hargrove estão de volta. Roberta retorna mais conhecida do público após ter sido indicada para o Grammy de melhor álbum de jazz vocal pelo disco Easy to Love. E, Hargrove ganhou notoriedade fazendo um show ultrafunky, quando esteve em São Paulo e no Rio para o TIM Festival 2006, misturou música black com o jazz. Roberta, italiana de Torino, onde começou a carreira aos 17 anos, vive atualmente em New Jersey, nos Estados Unidos. Conhece toda a constelação do jazz brasileiro, de Duduka da Fonseca a Romero Lubambo, de Leny Andrade a Luciana Souza. Elis Regina é um dos nomes que aparecem na lista de influências que ela elegeu em sua página no MySpace, além de Dinah Washington, Shirley Horn, Sarah Vaughan, Carmen McRae. A dupla traz o velho bom jazz ao Bourbon Street Music Club (Rua dos Chanés, 127, Moema, zona sul de São Paulo), às 22 horas. Telefone 11-5095-6100. Novo festival São Paulo terá de novo um grande festival de jazz, que será realizado nos dias 19, 20 e 21 de junho e já tem uma primeira atração confirmada: a pianista americana Rachel Z, que costumava tocar teclado na banda de Peter Gabriel e hoje trilha uma admirável carreira-solo com seu trio, denominado Department of Good and Evil. Como Brad Mehldau e Jason Moran, ambos pianistas, Rachel deixa a crítica boquiaberta reinventado no jazz coisas pop como King of Pain, do Police, e Love Will Tear Us Apart, do Joy Division. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

23 Janeiro 2008 | 11h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.