Reuters
Reuters

Robert Redford recebe prêmio Chaplin por sua carreira

Honraria é concedida a grandes astros de Hollywood, como Sidney Poitier, Tom Hanks, Martin Scorsese e Clint Eastwood

Reuters

28 de abril de 2015 | 10h56

Robert Redford acrescentou o Prêmio Chaplin, da Sociedade de Cinema do Lincoln Center, a sua lista de honrarias por seu trabalho na frente e atrás das câmeras, e declarou que ainda gosta de fazer filmes, depois de mais de 50 anos de carreira.

O ator de 78 anos, conhecido por filmes como Butch Cassidy, Entre dois Amores e Todos os Homens do Presidente, começou sua carreira - que inclui atuar, dirigir e produzir filmes- no início dos anos 1960.

Vinte anos depois ele fundou o Instituto Sundance para ajudar cineastas emergentes. O Festival de Cinema de Sundance, com sede no Estado de Utah, é agora considerado o mais importante da produção independente norte-americana.

"É uma ação criativa, assim como a arte, assim como a pintura, a música. A criação de algo pode ser feita em diferentes categorias", disse Redford no tapete vermelho da cerimônia, na segunda-feira, 27, à noite. "Então, fazer isso no cinema é apenas uma outra forma de expressão, o que é ótimo."

Redford já ganhou um Oscar de melhor diretor e outro honorário, bem como o Globo de Ouro e o Bafta.

Também estiveram na cerimônia de gala em Nova York a atriz Jane Fonda e a cantora e atriz Barbra Streisand, que lhe entregou o prêmio. "Foi inesperado, o que o torna ainda mais especial", disse Redford.

A Sociedade de Cinema realizou pela primeira vez a cerimônia anual em 1972 para homenagear o britânico Charlie Chaplin, que fez sua carreira nos Estados Unidos, mas viveu exilado na Europa, depois de ser perseguido pelas autoridades norte-americanas - em grande parte, por suas opiniões políticas.

O prêmio foi rebatizado com o nome dele e é concedido a grandes astros de Hollywood, como Sidney Poitier, Tom Hanks, Martin Scorsese e Clint Eastwood.

(Reportagem da Reuters Television)

Tudo o que sabemos sobre:
Robert RedfordCinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.