Robert Mapplethorpe é símbolo da luta pelos direitos dos homossexuais nos EUA.

Robert Mapplethorpe é símbolo da luta pelos direitos dos homossexuais nos EUA.

Anelise Infante, BBC

13 de dezembro de 2007 | 06h40

A mostra Vanitas (Vaidade, em latim), apresenta diversas faces da nudez em humanos e objetos, tema preferido de Mapplethorpe.A mostra reúne 36 fotografias em preto e branco. Entre as fotos em exibição, imagens de mulheres e homens nus com seus órgãos genitais em primeiro plano. Fotos de práticas sadomasoquistas, estátuas que evocam a sexualidade e objetos fálicos como uma berinjela e uma escultura de cristal, também ganham destaque na exposição, na galeria Pepe Cobo. "O universo do Mapplethorpe é muito amplo. Ao ir além de sua visão estereotipada da nudez, entramos em seu imaginário sexual, por isso incluímos os objetos", disse o curador e galerista Pepe Cobo. "Os objetos são perecíveis, como a própria vaidade", comentou.O fotógrafo, que morreu de Aids em 1988, defendeu a prática do sexo sem tabus num período caracterizado pelo conservadorismo do presidente republicano Ronald Reagan.Mapplethorpe tornou-se símbolo do movimento gay americano ao reivindicar direitos para os homossexuais ao mesmo tempo em que se tinha notícia dos primeiros casos de Aids no país, na década de 70. O americano começou a carreira fotografando temas como flores, retratos e figuras até que decidiu enfocar o trabalho na sexualidade. No início, utilizava apenas os amigos íntimos como modelos, como a cantora Patti Smith. Com a fama, aumentou a polêmica. As imagens centradas em nudez explícita e jogos eróticos lhe renderam uma denúncia no Senado dos Estados Unidos por "atentado ao pudor".Mapplethorpe foi rotulado de "maldito" e "obsceno".A exposição termina com uma série de auto-retratos, outra especialidade do fotógrafo. A última foto da mostra é também a última da carreira como fotógrafo, em que aparece afetado por sintomas causados pelo vírus HIV, pouco antes de falecer.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.